Venda de iPhone supera 9 milhões de unidades 3 dias após novos modelos

Segundo a empresa, a procura superou a oferta inicial dos novos modelos e quebrou o recorde de vendas

A venda de iPhones superou as nove milhões de unidades três dias depois que as novas versões chegaram às lojas, de acordo com informações da Apple nesta segunda-feira (23). Os modelos 5S e 5C, que apareceram nas prateleiras de 11 países na quarta-feira (20), fizeram com que mais de 200 milhões de smartphones da marca passassem a operar na sétima versão do sistema iOS - o maior upgrade de softwares da Apple.

Segundo a empresa, a procura superou a oferta inicial dos novos modelos e quebrou o recorde de vendas, o que contrariou as expectativas do mercado no dia do lançamento, em 10 de setembro.

No dia, quando os novos aparelhos foram apresentados pelo CEO da empresa, Tim Cook, a marca enfrentou críticas pela relativa baixa competitividade dos produtos novos. A versão mais barata do smartphone, o 5C, foi desenvolvida pela Apple para concorrer nos mercados chinês e indiano, mas decepcionou os investidores por conta da diferença de aproximadamente US$ 100 no preço do aparelho no mercado chinês, o que pode não alavancar o volume de vendas nestes países.

Como consequência, as ações da Apple caíram aproximadamente 2,2%.

No entanto, o volume de unidades vendidas nos últimos três dias da semana passada animou a marca. De acordo com nota divulgada no site da Apple, a empresa não só viu um recorde de unidades vendidas no período como teve o maior upgrade do software iOS em toda a sua história.

Os iPhones 5C e 5S já estão disponíveis nos EUA, Austrália, Canadá, China, França, Alemanha, Hong Kong, Japão, Porto Rico, Cingapura e Reino Unido.

Fonte: r7