Venda global de tablets desacelerou com o passar dos anos, aponta o IDC

Apple lidera segmento, mas destaque é ascensão de pequenos fabricantes

A venda global de tablets no segundo trimestre de 2014 foi 11% superior à registrada no mesmo período do ano passado, de acordo com número divulgado pela consultoria IDC nesta quinta-feira. Em relação ao primeiro trimestre deste ano, as vendas apresentaram queda de 1,5%. Isso indica que, embora o segmento continue a crescer em 2014, o ritmo deve ser mais lento do que em anos anteriores.

O número de tablets vendidos entre abril e junho deste ano chegou a 49,3 milhões de unidades. Do total, 13,3 milhões (26,9%) eram iPads, queda de 9,3% nas vendas do produto da Apple em relação ao mesmo período do ano passado. A empresa americana, porém, continua na liderança do mercado. A Samsung vendeu 8,5 milhões de itens no mesmo período, alta de 1,6%. A participação de mercado da fabricante sul-coreana, contudo, caiu de 18,8% para 17,2% no segundo trimestre.

A Lenovo, maior fabricante de computadores do mundo, foi a empresa que registrou maior crescimento nas vendas no período analisado, apesar do volume ainda pequeno. Foram vendidas 2,4 milhões de unidades, crescimento de 64,7% em relação ao segundo trimestre de 2013. Logo atrás, a Asus apresentou crescimento de 13,3% nas vendas, enquanto a Acer viu queda de 36,3% no último trimestre.

Na contramão, os pequenos fabricantes, responsáveis pelos tablets de baixo custo, responderam por quase metade das vendas (44%), crescimento de 33,4% no segundo trimestre. "Até pouco tempo, Apple e, em menor medida, Samsung, estavam à frente do mercado, sem sofrer impactos dos concorrentes. Agora é possível observar como os rivais menores estão crescendo", diz Jitesh Ubrani, analista de mercado da IDC.

Fonte: Veja