Vítima usa Facebook para identificar mulher que roubou a sua bicicleta

A Justiça britânica condenou nesta semana Shermya Pyatt, 19, a 22 meses de prisão por roubar uma bicicleta no ano passado.

A Justiça britânica condenou nesta semana Shermya Pyatt, 19, a 22 meses de prisão por roubar uma bicicleta no ano passado. Ela foi entregue à polícia própria vítima, um garoto de 14 anos, que encontrou Shermya no Facebook.

Isso foi possível porque um comparsa Shermya falou o nome dela durante o roubo, facilitando a localização da criminosa na rede social.

O juiz Simon Hammond, da corte de Leicester, afirmou que a vítima foi muito esperta ao identificar Shermya e avisar a polícia. Segundo o "Leicester Mercury", a jovem já tinha passagens por furto em uma loja, por usar uma imitação de arma e também por agressões.

Em 17 de setembro de 2012, Shermya e um comparsa não identificado roubaram a bicicleta do menor de idade na rua Tudor, em Black Friars, por volta das 20h20 da noite.

A vítima estava com um amigo, em um estacionamento, e tentou impedir o roubo segurando o guidão da bicicleta. Shermya reagiu, dando um soco no nariz do menor. "A ré é uma bully [valentona] das ruas", definiu o juiz.

Sally Bamford, advogada de defesa, afirmou que Shermya expressou remorso por suas ações. "A agressão deve ter sido muito desagradável para a vítima, mas felizmente não houve danos permanentes", continuou.

A bicicleta roubada, segundo o processo, custava 100 libras (cerca de R$ 346). O item não foi recuperado.



Fonte: UOL