Walltet: PayPal acusa Google de roubar segredos comerciais

Walltet: PayPal acusa Google de roubar segredos comerciais

O PayPal entrou com uma ação na Califórnia loga após o lançamento feito pelo Google em Nova York, nos Estados Unidos

Menos de um dia após o lançamento do Google Wallet, serviço de pagamento com smartphone via NFC (por contato próximo, substituindo cartões de débito e crédito), o gigante da internet é acusado de roubar segredos comerciais. É o que diz o PayPal, empresa de transações online, que segundo o jornal The Guardian, está processando o Google por ter obtido acesso aos seus projetos de pagamento via smartphone a partir da contratação de dois de seus ex-executivos.

O PayPal entrou com uma ação na Califórnia loga após o lançamento feito pelo Google em Nova York, nos Estados Unidos. A empresa alega que dois de seus executivos, Osama Bédier e Stephanie Tilenius foram contratados pelo Google para ter acesso aos segredos comerciais do PayPal e que agora estes conhecimentos estão sendo utilizados no Google Wallet. Ambos executivos citados na ação estavam na apresentação em Nova York.

De acordo com o The Guardian, na ação, o PayPal alega que Bédier foi entrevistado para o emprego no Google enquanto ele negociava em nome do PayPal um aplicativo de vendas para os smartphones com Android. Bédier teria trabalhado por nove anos na empresa de pagamentos via internet, chegando a ser vice-presidente. Tilenius atuou por quase dez anos no eBay, tendo sido consultora do PayPal até março de 2010. O Google, segundo o jornal, disse que não comentaria o caso por não ter visto uma cópia do processo ainda.

Fonte: Terra