Temporal destrói pasto, ponte, casas e deixa desalojados em Miracatu, SP

Entrada foi obstruída, pastos estão alagados e pessoas estão desalojadas. Segundo a Defesa Civil, choveu 20% a mais do que esperado para o mês.

Entrada foi obstruída, pastos estão alagados e pessoas estão desalojadas.

Segundo a Defesa Civil, choveu 20% a mais do que esperado para o mês.

Centenas de famílias tiveram as casas atingidas por alagamentos provocados por uma forte chuva em Miracatu, na região do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo. Segundo a Defesa Civil, choveu 300 milímetros em poucas horas na cidade, deixando 25 pessoas desalojadas.

A tempestade em Miracatu começou durante a madrugada deste sábado (15). A entrada principal da cidade foi interditada logo pela manhã. Os motoristas que queriam chegar em Miracatu tiveram que voltar para a estrada e procurar um caminho alternativo para chegar na cidade.

Segundo a Defesa Civil, a situação mais grave é na Vila São José. O nível do rio Bananal chegou a passar por cima da ponte que fica na entrada do bairro. Por isso, parte da grade de proteção da ponte foi levada pela enxurrada, que também abriu um vão na estrutura da ponte. Ainda na Vila São José, boa parte dos bananais estão debaixo d"água. Segundo a Defesa Civil, choveu 20% a mais do que o esperado para todo o mês de fevereiro.

Moradora da cidade, a professora Daiana Leite afirma que vários bairros foram atingidos pela enchente. Ela conta que a forte chuva durou várias horas. Na casa do pai dela, na rua Vereador João Florencio, no Jardim Miracatu, a água subiu e alagou o quintal da residência. A família teve que erguer móveis e os objetos para que nada fosse estragado. Ela também conta que na rua Santa Rita quase todas as casas foram atingidas pela enchente. "Tem alguns bairros que nao tem nem condição de passar. Teve uma amiga que acordou com a agua já na cama dela. A chuva veio do nada", comenta a moradora.

Já o morador Flávio Matias foi até o bairro São José, onde há pastos e plantações, e registrou uma situação muito pior. ?Ele foi de barco tentando salvar as pessoas e tirou fotos de lá?, explica Daiana. As imagens mostram dezenas de bois tentando se salvar da enxurrada.

No centro da cidade houve deslizamentos de terra durante a madrugada. A Defesa Civil percorreu as áreas de risco para ajudar as famílias que ficaram desalojadas. Os técnicos precisaram interditar algumas casas que ficam próximas às encostas do morro. A Vila São Pedro também foi atingida pela forte chuva. No começo da tarde, os moradores eram resgatados de barco. Entretanto, muitas famílias continuavam ilhadas, aguardando ajuda.

Fonte: G1