Terceirizados do IML de Timon paralisam atividades

Com isso, ficam prejudicados serviços como a entrega de laudos e de outras documentações

Um grupo de funcionários terceirizados do IML de Timon resolveu paralisar as atividades por conta do não pagamento de vencimentos através de uma empresa contratada pelo governo do estado. A greve também atinge distritos policiais.

Com isso, ficam prejudicados serviços como a entrega de laudos e de outras documentações. Segundo os funcionários, os salários estão atrasados desde janeiro. Quando os trabalhadores prejudicados ligam para a sede da empresa, que fica em São Luís, são informados apenas de que não há previsão para que os pagamentos aconteçam.

Confira mais detalhes na reportagem de Pádua Araújo:

Fonte: Dowglas Lima