Teresina é a terceira capital com melhor educação no Brasil

Segundo o Ideb, a capital fica atrás apenas de Curitiba e Palmas

Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) apontam Teresina entre as três melhores capitais do Brasil. A cidade superou, ainda em 2015, as metas previstas pelo Ministério da Educação para o ano de 2019. O IDEB mede o nível de aprendizado dos alunos a partir das médias de desempenho na Prova Brasil e no fluxo escolar, destacando especialmente as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

O MEC estipulou para Teresina em 2015 as notas 5.6 nos anos iniciais e 5.1 nos anos finais. A capital superou as expectativas e alcançou média 6.1 nas séries iniciais, uma meta projetada para bem depois de 2021. Em 2013, a nota foi 5.0. Já nas séries finais, Teresina obteve média 5.2, muito diferente do último resultado, quando a nota foi 4.3, e acima do esperado pelo MEC para este ano.

Segundo o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, o resultado revela o trabalho comprometido com a educação das crianças.

“Temos um padrão de excelência, fruto de muito trabalho das equipes escolares e de uma gestão comprometida com o futuro dessas crianças. Superamos todas as expectativas e elevamos Teresina para o título de terceira melhor do Brasil”, destaca.

Além de elevar a média geral da Rede, algumas escolas alcançaram resultados inéditos, como a Escola Municipal Parque Piauí, que obteve nota acima de 8. “Muitas escolas conquistaram nota 7 ou mais, o que é algo extraordinário. Mostra que temos alunos inteligentes e professores focados, que podemos chegar cada vez mais longe”, concluiu o secretário.

No Ideb, Teresina fica atrás apenas de Curitiba e Palmas, estando à frente de grandes capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Entre as dez com melhores resultados, Teresina é a única capital do Nordeste.



Fonte: Portal Meio Norte