Teresina ganha primeira Associação das Mulheres Taxistas

A entidade, que possui 43 sócias, foi registrada em cartório

Já não é mais nenhuma novidade que as mulheres vêm assumindo funções que antes eram consideradas apenas para homens. Com isso, surge a necessidade de garantir os direitos dessa população. A exemplo disso está a profissão de taxista, que a partir deste mês, passa a contar com a Associação das Mulheres Taxistas, a primeira de Teresina.

A ideia da Associação das Mulheres Taxistas partiu de um grupo de profissionais de Teresina, dentre elas Sandra Maria, que herdou o gosto por dirigir do pai, que também é taxista. Atualmente, atua como a diretora administrativa da entidade.

A entidade, que possui 43 sócias, foi registrada em cartório no dia 25 de agosto deste ano. Neste final de semana, aconteceu a solenidade de posse das representantes da associação, que contou com a presença do prefeito Firmino Filho.

Segundo Maria Pereira, presidente da associação, o primeiro passo da organização é conseguir um espaço, através da Prefeitura de Teresina, para ser o local da sede, já que esta funciona no mesmo espaço físico da Associação dos Bombeiros Militar do Piauí.

Image title

“A nossa luta é para fazer valer os direitos e interesses das mulheres taxistas de Teresina. O nosso próximo passo é conseguir um local fixo para funcionarmos. Encaminharemos um ofício ao prefeito”, explica.

Para Maria Pereira, a entidade não vai tratar apenas de questões trabalhistas, mas de questões sociais, como um todo, inclusive na formação das profissionais.

“Quem tiver interesse em se associar, deve procurar a nossa sede e lá daremos todos os encaminhamentos.

Queremos lutar em prol dos nossos direitos, mas também temos a intenção de elaborar projetos relacionados à categoria, focando na formação e em ações empreendedoras”, esclarece.

Quem quiser se associar, basta procurar a sede da Associação das Mulheres Taxistas Autônomas de Teresina, localizada na Rua Oscar Gil Castelo Branco n º 227, Bairro São Cristóvão, zona leste de Teresina.

Fonte: Virgínia Santos e Márcia Gabriele