Teresina registra dez acidentes de trânsito por dia

Teresina registra dez acidentes de trânsito por dia

As vias da capital, onde o motorista deve redobrar sua atenção, são a Avenida Miguel Rosa, Noé Mendes, no Bairro Dirceu, e a Presidente Kennedy.

Teresina já registrou, no ano de 2011, pelo menos 3.700 acidentes pelas vias que cortam a capital, o que

representa cerca de dez acidentes por dia. De acordo com o comandante do Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran), major Leandro de Melo Castelo Branco, deste número, cerca de 40% deixaram alguém ferido. Este número se refere aos acidentes notificados pela companhia, contudo é significativo o número de subnotificação.

O major disse ainda que os 3.700 acidentes, que aconteceram em Teresina este ano, deixaram 57 pessoas mortas. ?Nós vemos muita imprudência dos motoristas da capital?, lamentou. As imprudências

mais comuns, de acordo com o major, são, em primeiro lugar a falto do capacete, pelos motociclistas,

em segundo, a falta de habilitação e em terceiro, a falta da documentação necessária, tanto do veículo, como do motorista.

?Os condutores precisam ter mais respeito no trânsito. É necessário que eles conheçam a legislação. As pessoas precisam ler mais o Código de Trânsito, dirigir prestando atenção nos veículos laterais e à sua frente, para que possam evitar acidentes. O concutor deve, além de respeitar a velocidade permitida em cada via, manter a distância correta entre o seu veículo e os outros, para que, caso haja freagem,

ele tenha a possibilidade de não sofrer acidente?, aconselhou o major.

As vias da capital, onde o motorista deve redobrar sua atenção, são a Avenida Miguel

Rosa, Avenida Noé Mendes, no Bairro Dirceu, e a Avenida Presidente Kennedy. Estes, segundo major

Castelo, são os locais que registraram o maior número de acidentes, em Teresina. ?Estas são vias de maior fluxo de veículos. Além disso, as pessoas acham-se livres para andar com maior velocidade e, com isso, elas acabam perdendo o controle e sofrendo o acidente?, explicou.

Para discutir esse assunto e analisar a eficácia das ações e intervenções que estão sendo feitas no

sentido de reduzir o número de acidentes no trânsito, foi realizada essa semana, na escola Piauiense de

Trânsito, a oficina do projeto Vida no Trânsito.

Fonte: Pollyanna Carvalho