Teresina terá casa para acolher jovens drogados

Teresina terá casa para acolher jovens drogados

O objetivo do CATi é ressocializar esses adolescentes primeiramente com a própria família, e então com a sociedade

Será inaugurado hoje a tarde em Teresina a CATi ? Casa de Acolhimento Transitório. O serviço acolherá jovens não infratores entre 10 e 18 anos incompletos que tenham o vínculo familiar prejudicado por conta do uso de drogas. O objetivo é ressocializar esses adolescentes primeiramente com a própria família, e então com a sociedade.

A casa terá lotação de 10 jovens, que serão acompanhados por no máximo 90 dias por uma equipe de 40 funcionários. A coordenadora da casa, a psicóloga Caroline Arnaud conversou com o meionorte.com e informou, para ser inserido no serviço, deve-se primeiro ir até uma unidade do CAPS AD (Centro de Atenção Psicossocial ? Álcool e Drogas), passar por exames e triagem, e se o jovem atender aos pré-requisitos, será encaminhado para a casa.


Teresina terá casa para acolher jovens usuários de drogas

O CATI receberá R$ 30 mil em investimento para a criação de uma oficina de artesanato para ensinar os jovens. O que eles produzirem será vendido, e o dinheiro será entregue à família dos jovens. Caroline disse que a família será parte fundamental do tratamento dos jovens, e serão estimuladas a acompanhá-los durante o tempo que estiverem no CATi.

Fonte: Andrê Nascimento