Teresina vira alvo com golpes de multa de veículo

Em alguns casos, o mais agravante são e-mails de multas para pessoas que não possuem veículos, e outros que ainda não tiraram a Carteira Nacional de Habilitação

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTE SÁBADO (21) DO JORNAL MEIO NORTE

Já é hábito de muitos brasileiros, verificar sua conta de e-mail quando chegam mensagens novas. Porém, em Teresina, esse hábito está se tornando perigoso com um novo golpe de cobrança por multa de veículo.

Em alguns casos, o mais agravante são e-mails de multas para pessoas que não possuem veículos, e outros que ainda não tiraram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Foi o aconteceu com a assistente social, Lorena Gonzaga. Ela conta que as cobranças começaram em dezembro de 2014. “No e-mail, informava que a multa estava sendo enviada para minha conta cadastrada no Detran, mas logo desconfiei, pois não tenho carteira e nem carro próprio”, explica.

Lorena ainda relata, que foram cinco e-mails enviados para sua conta pessoal, por isso recorreu ao Departamento de Trânsito do Piauí (DETRAN), para tentar entender o que acontecia. “Entrei em contato com o Detran, e me informaram que eles não enviam multa por e-mail, pois eles também não constam a minha conta cadastrada no departamento”, ela ainda conta que após verificar com o setor responsável, ainda recebeu mais 2 e-mails.

A reportagem procurou informações junto ao Detran, e o departamento confirma que não envia e-mails de multa para os condutores, apenas esclarecem as pendências no endereço do proprietário (via correios). Logo, as pessoas que presenciarem o golpe, podem ligar para o órgão e tirar suas dúvidas.

O mesmo recomenda a assistente social, que após os inúmeros e-mails, decidiu não abrir mais esse tipo de notificação, por conta dos vírus de computador que ele pode conter. “É importante que as pessoas entrem em contato com o órgão do qual veio o e-mail, sendo ele o Detran ou outro que esteja descriminado no e-mail, pois pode ser um golpe”, alerta.

Repórter: Daniely Viana

Fonte: Daniely Viana