Teresinenses retornam para casa depois de passar Réveillon em outras cidades

Por isso, foram instalados cinco radares no pontos mais perigosos na rodovia

O domingo foi agitado nas estradas piauienses, principalmente na BR-343, que liga Teresina ao litoral do Estado. Ontem (04), foi dia de voltar para casa depois da folga do Ano-Novo, quando cerca de 60 mil veículos saíram em direção a Parnaíba.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificou a fiscalização na tarde de ontem, quando o fluxo de veículos começou a aumentar. De acordo com o inspetor Fabrício Loiola, a maior preocupação está com o excesso de velocidade e as ultrapassagens indevidas, que são os maiores causadores de acidentes. Por isso, foram instalados cinco radares no pontos mais perigosos na rodovia.

“A ultrapassagem indevida, a velocidade excedente e a embriaguez ao volante são as grandes vilãs nas rodovias federais. Somadas, essas condutas são responsáveis por um terço das mortes que ocorrem nas BRs. Por essa razão, as ações da Operação Rodovida priorizam a fiscalização dessas infrações e daquelas relacionadas ao uso de motocicletas”, revela.

Desde o início de dezembro a PRF está envolvida para redução dos índices de letalidade nas rodovias federais. O levantamento preliminar de Ano-Novo, entre o sábado após o Natal (27) e a quinta-feira (1º), apontou uma queda de 49% no índice de acidentes graves (aqueles que resultam em, ao menos, um ferido grave ou um óbito) e de 24% na taxa de feridos.

No entanto, houve um aumento de 135% na taxa de mortalidade em relação ao mesmo período de 2013. Os números mostram que muitas famílias começaram 2015 em luto: 5 pessoas perderam a vida e outras 32 ficaram feridas em 37 acidentes nas rodovias federais.

“Ao contrário do que muitos pensam, tradicionalmente, o feriado da virada de ano é menos violento nas rodovias federais do que o período das festas natalinas. A festa de cunho religioso costuma ser marcada por reuniões familiares e, para muitas famílias, inicia também o período de descanso e as viagens de férias, com retorno já em meados de janeiro.

Dessa maneira, na saída para o Natal o movimento nas estradas é concentrado e uniforme, com fluxo intenso de veículos em todas as BRs, ao contrário do que ocorre na época das festas de Réveillon, quando o volume de tráfego é direcionado para as regiões litorâneas”, revela o agente.

Hoje, às 10 horas, será divulgado o balanço da Operação Rodovida do último final de semana pós-Réveillon. Mas a operação continua até o dia 31 de janeiro, período em que muitas famílias estão viajando de férias.

Fonte: Virgínia Santos e Rhauan Macedo