THE: moradores convivem com lama, esgotos, pedras e muita dificuldade de Saneamento Básico

THE: moradores convivem com lama, esgotos, pedras e muita dificuldade de Saneamento Básico

“Em dia de chuva forte fica muito difícil, não dá para passar mesmo!”, disse uma moradora

Diversas ruas do Parque Universitário, zona leste de Teresina, enfrentam diversos problemas de Saneamento Básico. Os piores trechos ficam nas ruas Campineira e Nova. Em alguns pontos das ruas o calçamento foi destruído com a força da água das chuvas.

O cenário atual é de pedras, esgotos, mato e muita dificuldade encontrada pelos moradores. ?Em dia de chuva forte fica muito difícil, não dá para passar mesmo!?, disse uma moradora.

?Faz anos que moro aqui essa água, essa lama e esse mato continuam firmes e fortes. Essa rua está no orçamento desde 2008 e nada fazem?, afirmou uma dona de casa dizendo que já foi iniciado o calçamento e que a água levou todo o material. Na ocasião ela comparou o volume de água da rua ao rio Poti.

Nos trechos, apenas caminhões conseguem passar. O cadeirante e ex-lavrador, Manoel Raimundo tem 83 anos de idade e necessita de ajuda dos familiares porque tem muitas dificuldades quando precisa se locomover. Sua família se sente ilhada no local. ?Aqui, nem de bicicleta dá pra chegar. Dizem que o calçamento já foi feito, mas na primeira chuva a água levou tudo?, afirmou uma parenta do cadeirante.

O superintendente da SDU-Leste, Roney Lustosa, disse nesta sexta-feira, 31, em entrevista ao Jornal Agora, da Rede Meio Norte, que com base na programação de planejamento da SDU-Leste será iniciada na próxima segunda-feira, 3, a limpeza do Parque Universitário, ?inclusive com a parte de regularização das ruas que estão esburacadas?.

Roney assegurou que as máquinas estão prontas para iniciar os trabalhos.

Fonte: Denison Duarte