TJ-PI fará esforço concentrado para julgar processos antigos

O esforço reflete apenas um viés das medidas adotadas pelo TJ-PI

Contemplando o indicativo da ministra Nancy Andrighi, o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), por intermédio do presidente, desembargador Raimundo Eufrásio, realizará um esforço concentrado no próximo mês, objetivando o julgamento dos processos que há muito tempo estão tramitando nas Turmas Recursais e Juizados Cíveis e Criminais da entidade, nisso, a expectativa é que haja uma maior celeridade nas ações, visando oferecer uma resolução aos casos.

"A ministra Nancy ligou ontem à tarde e pediu minha atenção direta neste processo, mas nós já estávamos com um grupo formado para cumprir esta meta e liquidar, se possível, toda esta demanda. Isso vai refletir em um saldo positivo no Justiça e Números", destacou Eufrásio.

De acordo com o líder do Judiciário piauiense, o esforço reflete apenas um viés das medidas adotadas pelo TJ-PI, tendo em vista a implantação do projeto Audiência de Custódia e outras iniciativas que possibilitarão a melhoria no andamento dos processos. "Essa é mais uma frente, porque temos muitas ou- tras metas para cumprir neste momento.

Nós implantamos o projeto Audiência de Custódia e estamos dando baixa nestes processos. E também estamos adquirindo tecnologia de ponta para implantarmos o PG-e", afirmou.

TRABALHO - O trabalho constatado no andamento do Poder Judiciário desencadeia também na boa relação com as demais forças, nesse âmbito, o governador Wellington Dias (PT) esteve reunido na última segunda-feira (24) com o desembargador e presidente do TJ-PI, Raimundo Eufrásio, no intuito de debater ações estratégicas que tornem a prestação jurisdicional mais célere.

O encontro contou ainda com a participação dos secretários de Fazenda, Rafael Fonteles, de Governo, Merlong Solano (PT), e do Procurador do Estado, Plínio Klerton.

Fonte: Francy Teixeira