Transporte escolar beneficia estudantes da rede pública em investimento de R$48 mi

Transporte escolar beneficia estudantes da rede pública em investimento de R$48 mi

O Governo do Piauí, através da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc), está garantindo mais qualidade, conforto e segurança no transporte

Até o fim de junho deste ano, todos os municípios que aderiram ao Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar (Peate), receberão ônibus próprio, um investimento de aproximadamente R$ 48 milhões.

São 225 ônibus que obedecem a três modelos padrão, com 21, 28 e 54 lugares, sendo destinado um lugar para cadeirante. Todos os veículos são equipados com estação elevatória. O custo de cada ônibus varia entre R$ 140 mil e R$ 260 mil.

"Além de investirmos na melhoria estrutural das escolas, bem como na valorização dos professores, por meio de reajustes salariais acima de média nacional e da concessão de bolsas de fomento à pós-graduação, a aquisição de bicicletas e ônibus para o transporte escolar contribuirá para diminuir a evasão dos alunos em sala de aula.

Assim estamos dando condições para que os estudantes frequentem as aulas e possam concluir seus estudos", destaca o governador do Estado, Wilson Martins.

Para o secretário estadual da Educação e Cultura, Átila Lira, essa é mais uma ação pioneira do Governo do Piauí, que vai proporcionar melhorias na vida dos estudantes piauienses.

"Estamos mudando a concepção de educação no Estado e investindo em estrutura para que nossos alunos possam se beneficiar de educação de qualidade. Agora estamos resolvendo o problema do transporte escolar e vamos prosseguir com esse trabalho", ressalta Lira.

Wilson Martins destaca, ainda, que esse esforço do Governo em promover políticas públicas de valorização da educação, desenvolvendo programas inovadores e revolucionando a estrutura existente, é prioridade para este ano.

"A nova frota de ônibus que estamos entregando aos municípios vai garantir melhor acesso dos nossos alunos à Educação. É muito importante oferecer um transporte com segurança, agilidade e qualidade, o que contribui para a redução dos índices de evasão escolar, fator decisivo para a continuidade do processo educacional", ressalta o governador.

No total, serão investidos mais de R$ 64 milhões nas aquisições de ônibus, bicicletas e apoio ao transporte escolar.

Além disso, o Estado continua com o investimento mensal de R$ 1,75 milhão com transporte. Até agora, 44 municípios já receberam ônibus do Programa Estadual de Apoio ao Transporte Escolar. A 18ª, 20ª e 21ª Gerências Regionais de Educação também receberam ônibus escolares do Peate.

Atualmente, o Governo assegura transporte escolar para mais de 33 mil alunos em todo o Estado. Até o ano passado, os gastos com a terceirização do transporte alcançavam o patamar de R$ 50 milhões. Com o Peate, espera-se uma redução de 50% nesses custos e uma melhoria efetiva no serviço prestado.

Transporte beneficia estudantes

Alunos da rede pública de ensino, que moram em comunidades distantes, na zona Sudeste de Teresina, serão beneficiados com novos ônibus escolares, o que garante conforto e mais economia para os estudantes

Os estudantes Benício de Sousa e Ruthiele Stefany, ambos com 15 anos, podem até não se conhecer, mas têm muita coisa em comum. Ambos, alunos da rede pública de ensino, moram na zona Sudeste de Teresina, em comunidades distantes da escola onde estudam.

Todos os dias a rotina era a mesma. Acordar cedo para não perder o coletivo. ?Era muito complicado, porque até a parada fica longe de casa?, desabafa o estudante.

Mas o que antes era motivo de aborrecimento, hoje já não faz parte da vida desses alunos. O jovem Benício comemora a aquisição de novos ônibus escolares. ?Estamos satisfeitos e felizes em estar participando desse momento tão importante?, frisa o estudante.

O diretor do Centro de Ensino Fundamental de Tempo Integral (CEFTI) Professora Júlia Nunes Alves, Tarcísio Pires, destacou a necessidade do transporte.

?Mais de 90% do nosso alunado são dos bairros Alto da Ressurreição e Frei Damião, que ficam longe da escola, que fica no Grande Dirceu, na capital. O novo transporte proporcionará mais conforto para nossos alunos?, enfatiza.

A estudante Ruthiele Stefany diz que, por conta da distância de sua casa até a escola, acabava utilizando o transporte coletivo. Ela mora no bairro Alto da Ressurreição e estuda no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Júlia Nunes, localizado no bairro Dirceu Arcoverde.

?A escola é longe da minha casa e eu tenho que acordar bem cedo pra chegar no horário. Eu pego o ônibus coletivo, mesmo pagando só a metade, a passagem ainda fica cara. Isso vai mudar com o novo ônibus?, afirmou.

Fonte: Jornal Meio Norte