Após 80 dias internado, tratamento de Pedro irá continuar em casa

Após 80 dias internado, tratamento de Pedro irá continuar em casa

Apesar da alta, médico diz que sessões de fonoaudióloga e terapia continuam.

Depois de ficar 80 dias internado após um grave acidente de carro, Pedro Leonardo continuará fazer tratamento de fonoaudiologia e fisioterapia. As sessões serão realizadas na casa do cantor e também no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, de acordo com um dos responsáveis pela equipe médica, Roberto Kalil Filho.

De acordo com o médico, pelo menos por seis meses, o jovem continuará a fazer o tratamento, mas deverá ter vida normal. Segundo ele, Pedro não deverá ter sequelas.

? A recuperação dele foi acima da expectativa da equipe. Ele já fica em pé, já dá alguns passos, mas preferimos colocá-lo na cadeira de rodas por causa da emoção dele.

Acompanhado do pai Leonardo, do primo e parceiro de dupla, Thiago, Pedro deixou o hospital no começo da tarde desta segunda-feira (9). Apesar da dificuldade em falar, ele agradeceu a todos pela força e orações.

? Agradeço a Deus. Agradeço a todos. Obrigada. Agora vamos voltar para casa.Galinhada certeza.

O cantor já havia manifestado o desejo de comer galinhada quando ainda estava internado, de acordo com a assessora de imprensa Ede Cury.

Saída Pedro

Pedro Leonardo saiu do hospital por volta das 14h30, vestido em uma camiseta com os dizeres "Nunca, nunca desista", em inglês (Never, never give up). Ele falou, com certa dificuldade, algumas frases.

? Agradeço a Deus. Agradeço a todos. Obrigada. Agora vamos voltar para casa.Galinhada certeza.

Acidente e internação

Pedro Leonardo ficou gravemente ferido em um acidente de carro, quando voltava de um show em Uberlândia (MG). Ele capotou o veículo, no início da manhã do dia 20 de abril, na altura do km 26 da rodovia MG-452, na região de Tupaciguara (MG). O cantor estava sozinho e não bateu em outro automóvel.

Após ser socorrido, Pedro foi atendido no Hospital Municipal de Itumbiara, onde realizou uma cirurgia para conter uma hemorragia interna. Depois, foi transferido para Goiânia, onde sofreu duas paradas cardíacas.

Seis dias após ter sofrido o acidente, ele foi levado para São Paulo em uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) móvel. Pedro ficou internado no Hospital Sírio-Libanês até esta segunda-feira (9), quando teve alta.

Fonte: R7, www.r7.com