Trecho da BR 343 é alvo de reclamação na zona sudeste

Segundo eles, o trânsito é confuso no local e, por causa disso, muita gente já foi multada ao trafegar por aquela região.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA TERÇA-FEIRA (04) DO JORNAL MEIO NORTE

O trecho da BR 343, entre o balão do cruzamento da Avenida dos Expedicionários com a BR e o balão do Dirceu tem sido alvo de reclamação dos motoristas de Teresina. Segundo eles, o trânsito é confuso no local e, por causa disso, muita gente já foi multada ao trafegar por aquela região.

Elton Fernando do Nascimento afirma que a confusão se deve ao acostamento da via, que segundo ele é bastante largo, o que acaba fazendo com que muitos motoristas confundam com mais uma faixa na BR e trafegue por ele, com uma frequência muito grande. “As pessoas confundem muito e acabam sendo multadas pela PRF, que deveria informar antes de sair multando as pessoas. Eu mesmo, quando passo por lá já vi muita gente fazendo confusão em relação a esse acostamento”, pontuou.

O Inspetor Fabrício Loiola, da Polícia Rodoviária Federal, afirma que o número de infrações naquela região, sobretudo do tipo ultrapassagem por acostamento, são bastante comuns, mas afirma que não dá para alegar desconhecimento em relação ao acostamento. “Para que se tenha uma habilitação para dirigir, o condutor precisa fazer um teste para isso, ou seja ele precisa estudar, então ele deve ter conhecimento suficiente para que não haja esse tipo de confusão”, pontuou.

Ele afirmou ainda que a PRF não pode deixar de multar esse tipo de infração e as ações de orientação também acontecem com frequência, mas nos momentos e locais adequados para isso.

No ano de 3013 foram registradas, pela PRF, 1.672 multas a condutores que realizaram ultrapassagem em acostamento. Já em 2014 esse número saltou para 3.420, só na cidade de Teresina. “Essa segunda infração é tão grave que teve o valor da multa aumentado com a lei 12.971/2014, que passou a ter vigência nesse sábado”, disse o inspetor.

Fonte: Pollyana Carvalho