Treinamento orienta mulheres gestantes para ações neonatais

Todo profissional que participe de um parto deve ser treinado, o médico, o enfermeiro, o técnico de enfermagem, o fisioterapeuta, para, assim, diminuir a mortalidade neonatal".

Cuidar dos bebês nos seus primeiros minutos de vida é uma missão de extrema importância para a vida da criança.

Visando melhorar cada vez mais o atendimento dos bebês, principalmente daqueles que tenham algum tipo de problema de saúde durante o parto, a Maternidade Wall Ferraz, no Dirceu, zona Sudeste de Teresina, recebeu o Curso de Reanimação Neonatal.

O curso, que faz parte do Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), foi ministrado pela médica pediatra neonatologista Samara Valença, monitora do Curso de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria no Piauí.

A médica neonatologista destaca a importância dos conhecimentos adquiridos pelos profissionais que recebem o curso. "O sentido desse curso é garantir que o recém-nascido que não nasceu bem se recupere. 

Todo profissional que participe de um parto deve ser treinado, o médico, o enfermeiro, o técnico de enfermagem, o fisioterapeuta, para, assim, diminuir a mortalidade neonatal".

O curso é uniformizado para os profissionais de todo o país e consiste em aulas teóricas e atendimentos práticos. "São oito horas de curso. 

Previamente, o aluno recebe o material didático e estuda. Quando ele chega, aplicamos um pré-teste, para sabermos o que eles conseguiram aprender com os estudos da apostila, fazemos aulas teóricas e aulas práticas simulando os passos iniciais que devem ser praticados por ele durante um parto com complicações para o bebê, prevendo todas as situações que podem acontecer em uma sala de parto, UTI ou mesmo no berçário", concluiu Samara Valença.

Clique e curta Portal Meio Norte no Facebook

 

Fonte: Victor Costa