Alerta: Três cidades do Estado do Piauí correm risco de surto de dengue

Até o dia 18 de outubro de 2011 o Piauí havia registrado 12.664 casos de dengue.

O resultado do Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (Liraa) 2011 revela que 48 municípios brasileiros estão em situação de risco para ocorrência de surto de dengue. No Piauí são três os municípios em situação de risco de surto de dengue - Água Branca, São Raimundo Nonato e Cajazeiras.

O Ministério da Saúde informou que 13 municípios do Piauí estão em estado de alerta de infecção pela dengue – Altos, Avelino Lopes, Canto do Buriti, Demerval Lobão, Elesbão Veloso, Floriano, Itaueira, Jurema, Pedro II, Piripiri, São Miguel do Tapuio, Simplício Mendes e Uruçuí.

O mapa que permite identificar onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito transmissor foi feito entre os meses de outubro e novembro deste ano, pelo Ministério da Saúde, em parceria com as secretarias municipais de Saúde.

Nos municípios em situação de risco, mais de 3,9% dos imóveis pesquisados apresentaram larvas do mosquito.

Ao todo participaram 561 cidades. Segundo o coordenador de vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saú- de do Piauí (Sesapi), Inácio Lima, 35 municípios piauienses participaram da realiza- ção do Liraa e, desses, apenas três foram identificados como em situação de risco.

O coordenador lembra que as ações de combate desenvolvidas durante todo o ano de 2011 buscam estreitar o diálogo entre as regionais de saúde e os municípios, para intensificar o enfrentamento da dengue.

Além do reforço das equipes, o coordenador conta que a secretaria está ampliando a sua frota de veículos para o combate à doen- ça e que recentemente foi adquirido um caminhão para o transporte de inseticidas e está em fase final de aquisição de mais dois veí- culos fumacê.

Apesar do esforço da Coordenação de Vigilância em Saúde e da aquisição de novos equipamentos, os casos registrados de dengue no Piauí, até o final de outubro (quando foi divulgado o último boletim da Sesapi) indicavam que os casos de dengue em 2011 eram cerca de 64,5% maiores do que em 2010.

Até o dia 18 de outubro de 2011 o Piauí havia registrado 12.664 casos de dengue, enquanto no mesmo período de 2010 os casos não passavam de 7.127. Na manhã de ontem, ao apresentar os resultados do Liraa 2011, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, explicou que o estudo é uma espécie de fotografia que permite ao Ministério da Saúde conhecer a situação da dengue em todo o país.

“As cidades que estão em situação de alerta não podem baixar a guarda: ao contrário, devem intensificar suas ações. Já os municí- pios em situação de baixo risco podem migrar para uma grande epidemia”, alertou. Para ele, o Liraa é um instrumento fundamental para orientar as ações de controle, pois possibilita que os gestores locais de saúde antecipem as ações de prevenção.

Fonte: Juarez Oliveira