TRT faz leilão de bens; tem até vestido de noiva

TRT faz leilão de bens; tem até vestido de noiva

Para arrematar as peças, os interessados terão de desembolsar, no mínimo, R$ 2.100.

As centenas de bens que foram penhorados nas duas varas do Trabalho do interior para assegurar o pagamento de direitos trabalhistas não quitados pelos devedores irão à leilão no próximo dia 14 no Piauí. O leilão nacional de bens da Justiça do Trabalho está marcado para o dia 15 de junho e será realizado simultaneamente pelos Tribunais Regionais do Trabalho, de forma eletrônica ou presencial.

Assim como na primeira edição do evento, este ano também serão leiloados vestidos de noiva. Um dos lotes do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região, no Piauí, possui dois na cor branca e um na cor champanhe. Para arrematar as peças, os interessados terão de desembolsar, no mínimo, R$ 2.100.

No Piauí, os leilões serão realizados pelos dois leiloeiros oficiais: Érico Leiões - que executará os leilões das Varas de São Raimundo Nonato e de Corrente (www.ericoleiloes.com.br) e Dalton Leal Leilões (www.lealleiloes.com.br), que executará os leilões das quatro Varas de Teresina. Entre os bens constam ainda imóveis, matérias de construção, equipamentos e até mesmo 1.287 litros de gasolina. Chama a atenção ainda uma casa avaliada em R$ 1,2 milhão e um terreno avaliado em mais de R$ 5 milhões.

O juiz auxiliar da Presidência do TRT/PI, Roberto Wanderley Braga, conta que os devedores podem retirar os bens, desde que paguem os valores devidos. ?Nós queremos solucionar os conflitos, para que o credor receba o que é dele por direito. Por isso estamos concentrando ações especialmente nessa Semana da Execução Trabalhista?, explica.

Para participar dos leilões é preciso fazer cadastro prévio. Para leilões eletrônicos, a apresentação de documentos deve ser feita via internet com antecedência. Assim, é possível fazer a conferência das informações e verificar a identidade do interessado. No leilão presencial, o cadastramento pode ser feito no mesmo dia do evento, nos locais indicados, desde que sejam apresentados documentos de identificação. Após arrematar os bens, o comprador precisa efetuar o pagamento no mesmo dia.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte