UAB estuda implantação de curso de Agronomia e Zootecnia em Oeiras

As unidades oferecem formação técnica integrada ao ensino médio e funcionam em regime de alternância.

Com o objetivo de evitar o êxodo rural, o superintendente de Ensino Superior da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Carlos Alberto, e o pró-reitor da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), Luiz Gonzaga, visitaram nesta quarta-feira (25) a Escola Família Agrícola (EFA) da cidade de Oeiras, localizada a 227,41 km de Teresina.

A visita na EFA teve a finalidade de se conhecer a estrutura do local. "Nosso intenção é implantar o curso técnico de agronomia e zootecnia no município. Neste primeiro momento estamos montando o projeto piloto com total apoio da Secretária de Educação, Rejane Dias. Estamos esperando autorização do Ministério da Educação para podermos ofertar o curso no próximo ano", avalia o superintendente, Carlos Alberto.

Atualmente existem no Piauí 16 Escolas Família Agrícola. As unidades oferecem formação técnica integrada ao ensino médio e funcionam em regime de alternância, ou seja, os alunos passam 15 dias na escola e 15 na comunidade, onde desenvolvem as técnicas que aprenderam na escola. Por meio dos cursos de agropecuária, agroindústria e turismo, os estudantes têm a oportunidade de mudar sua realidade no campo.

"O diferencial desse modelo é que ele forma o cidadão. Já que nas escolas o estudante recebe uma formação integral que alia teoria e prática, fato que o aproxima mais ainda do trabalho. Isso, sem dúvida, terá um grande efeito na renda dessas famílias que passaram a desenvolver técnicas corretas de plantio, de criação de animais e quem sabe até investir no turismo rural", finaliza Carlos Alberto.

 

Fonte: SEDUC-PI