Assaltantes deixam turista ucraniano só de cueca na rua

Turista foi furtado após banho de mar em Copacabana e achado na Perimetral. Embaixada deve custear despesas feitas na cidade

O turista Ucraniano que foi parar na delegacia porque estava de cueca, perdido e sem documentos, andando pelo elevado da Perimetral, Região Portuária do Rio, neste domingo (23), terá um passaporte provisório emitido pelo Corpo Consular da Ucrânia em Brasília. Segundo a embaixada, a família de Oiskil Babiuk, de 28 anos, foi avisada sobre o formulário que ele precisa apresentar, via e-mail, para dar entrada nos documentos.


Ucraniano perdido de cueca no Rio terá passaporte provisório para viajar

Em relação às despesas no Rio, a embaixada disse que está providenciando uma quantia em dinheiro, que deve ser entregue ao rapaz. A tendência é que até quarta-feira (26) todos os procedimentos para o passaporte estejam concluídos, mas ainda não há uma data certa para o turista retornar ao leste europeu. Até lá, Babiuk permanecerá em um abrigo da prefeitura para moradores de rua, na Ilha do Governador.

Furtado na praia

Após ser achado na Região Portuária e levado para a Delegacia de Atendimento aos Turistas (DEAT), o ucraniano contou aos policiais que ficou hospedado em um albergue por dois dias e decidiu ficar mais tempo no Rio, dormindo na Praia de Copacabana, na Zona Sul.

Segundo ele, quando foi tomar banho no mar, acabou furtado, perdendo todos os documentos, roupas e pertences. A polícia entrou em contato com a família do rapaz, na Ucrânia, que afirmou não ter condições de mandar dinheiro para ele retornar ao país de origem.

Fonte: G1