Uma homenagem piauiense a Dominguinhos que completa uma semana de falecido amanhã

Uma homenagem piauiense a Dominguinhos que completa uma semana de falecido amanhã

Amanhã completa uma semana do adeus a Dominguinhos e no Piauí, músicos e fãs lamentam a morte

A morte do cantor Dominguinhos completa uma semana amanhã (30). Aos 72 anos, ele era considerado por muitos como o sanfoneiro mais importante do país, herdeiro de Luiz Gonzaga.

Em todo o Brasil, os músicos e a população em geral lamentam a morte do artista e fazem homenagens. Em Teresina, a homenagem ao músico iniciou meses antes de sua morte.

A Prefeitura de Teresina, através da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, criou um projeto musical, que também serviu para homenagear o cantor. É a Orquestra Sanfônica de Teresina ?Seu Dominguinhos?, idealizada pelo presidente da FCMC, Lázaro do Piauí. Ela é formada por sanfoneiros da região e foi lançada oficialmente durante as festas juninas da cidade.

?Nosso objetivo foi fazer uma homenagem ainda em vida a um dos maiores artistas da música popular brasileira. Uma orquestra de sanfoneiros não poderia ter um nome mais apropriado. Ele é um ídolo para todos os nossos músicos?, explica A Orquestra Sanfônica de Teresina vem se apresentando em diversas casas de shows do Piauí e até em outros estados.

Formada por cerca de 20 músicos, a orquestra é comandada pelo maestro Ivan Silva. No repertório do grupo estão muitas canções de Dominguinhos. A orquestra conta com músicos de Teresina e de algumas cidades do interior, como Campo Maior e União. Além da diversidade de estilos, chama atenção também a variedade de idades.

O grupo conta com sanfoneiros jovens como o pequeno Isac do Acordeon, com apenas 10 anos. E também tem veteranos como Francisco Alves, o ?Muriçoca?, com 63 anos, um dos mais velhos da orquestra.

José Domingos de Morais nasceu em Garanhuns, no agreste de Pernambuco. Conheceu Luiz Gonzaga com 8 anos.

Aos 13, morando no Rio, ganhou a primeira sanfona do Rei do Baião, que três anos mais tarde o consagrou como herdeiro artístico. Instrumentista, cantor e compositor, Dominguinhos ganhou em 2002 o Grammy Latino com o ?CD Chegando de Mansinho?. Ao longo da carreira, fez parcerias de sucesso com músicos como Gilberto Gil, Chico Buarque, Anastácia e Djavan.

Lázaro do Piauí teve a honra de cantar e tocar com Dominguinhos em vários momentos de sua carreira, chegando até a gravar com o músico pernambucano em seu disco.

Tanto que o cantor piauiense chegou a compor e gravar uma música em homenagem ao amigo, chamada ?Forró Porreta - Pra Seu Dominguinhos?. Para o presidente da FCMC, a homenagem a Dominguinhos por parte dos músicos teresinenses deve ir muito além do nome na orquestra.

?Dominguinhos não estará conosco apenas no nome desse grupo, ele faz parte da formação musical de todos esses sanfoneiros. O legado dele é inesgotável, suas músicas e seu estilo serão sempre uma inspiração para todos nós?, ressalta.

Artista será homenageado em agosto

Em agosto, Teresina completa 161 anos e a Prefeitura de Teresina está organizando uma apresentação especial para comemorar a data. Para fechar o mês festivo em grande estilo, a Orquestra Sinfônica de Teresina prepara um concerto especial para o dia 30 de agosto, no adro da Igreja São Benedito, com a presença da Orquestra Sanfônica.

Muitas canções em homenagem ao sanfoneiro Dominguinhos entrarão no repertório.

Antes de adoecer, Dominguinhos estava preparando um novo cd em que lançaria uma versão da música ?Teresina?.

Segundo o sonoplasta e produtor cultural José Dantas, a gravação foi realizada em 2011, como forma de agradecimento pelo título de cidadão teresinense que ele recebera em 2008.

Fonte: Jornal Meio Norte