Universidade Estadual oferta curso de Iorubá no Zumbi dos Palmares

O curso será totalmente gratuito

A Universidade Estadual do Piauí (Uespi), através do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor), em conjunto com a Coordenação de Igualdade Racial do Governo do Estado e o Memorial Zumbi dos Palmares, implantará um curso da língua africana iorubá.

O curso terá carga horária de 60 horas, tendo início em julho. Serão ofertadas 30 vagas e as inscrições poderão ser feitas no Memorial Zumbi dos Palmares, a partir de 29 de junho até o dia 10 de julho. O curso será totalmente gratuito e as aulas serão ministradas pelo professor Ruimar Batista, no Memorial.

A reunião com os representantes das entidades envolvidas aconteceu na terça-feira (9) na Uespi. Participaram a coordenadora do Memorial Zumbi dos Palmares, Antônia Aguiar, a coordenadora de Igualdade Racial do Governo eo Estado, Assunção Aguiar, o militante e professor Ruimar Batista e o coordenador geral do Parfor, Raimundo Dutra. “A implantação desse curso é uma demanda que o movimento negro piauiense tem há muito tempo e agora, através dessa parceria entre as instituições, foi possível fazer essa oferta”, afirmou Dutra.

Assunção Aguiar explica que para o movimento negro, o curso é um referencial. “Demonstra o fortalecimento da identidade negra no Piauí através da língua iorubá. É um momento muito especial para nós e ficamos muito felizes em saber que a Uespi está atenta à diversidade”, declarou. O Memorial Zumbi dos Palmares já conta com três cursos de línguas ofertados em parceria com a Uespi. São eles: libras, inglês e espanhol.

Segundo a coordenadora Antônia Aguiar, “o memorial abraça com todo carinho e satisfação a implantação de mais esse curso”. Para Ruimar, a implantação do curso é a realização de um sonho. “Tem mais ou menos 15 anos que tentamos implantar esse curso, então para nós é realmente um momento histórico”, finaliza.

Fonte: Jornal Meio Norte