Urach revela nome de médico que fez aplicações e não descarta processo

Segundo ela, trata-se do cirurgião plástico Almir Nácul, inventor da bioplastia, uma plástica sem cortes realizada por meio de implante de biomateriais.


O atual estado de saúde de Andressa Urach, que está internada no Hospital Alvorada, em São Paulo, se recuperando de uma nova cirurgia nas pernas, a fez revelar o nome do médico que aplicou nela a substância acrílica e o Pmma há quatro anos. Segundo ela, trata-se do cirurgião plástico Almir Nácul, inventor da bioplastia, uma plástica sem cortes realizada por meio de implante de biomateriais. Andressa inclusive, em abril de 2013 fez o procedimento no rosto com Almir e teve nota divulgada em site.

Procurado pelo Site, Almir Nácul, dono de uma clínica de cirurgia plástica em Porto Alegre, não foi encontrado e não retornou às ligações feitas entre 13h30 e 17h45.

O site foi até a clínica de Nácul. O repórter encontrou a porta da entrada trancada e através do interfone uma recepcionista o atendeu. A funcionária disse que o médico estava fora da clínica, em uma reunião, e que não iria retornar ao local e que, provavelmente, iria viajar.

Em depoimento à polícia de Porto Alegre, quando ficou internada no Hospital Nossa Senhora da Conceição, Andressa mentiu em seu depoimento. À 14ª DP da capital gaúcha, a apresentadora havia dito que a aplicação de hidrogel nas pernas tinha sido feita por um médico de uma clínica na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, e que não lembrava do nome do profissional.

Questionada por que mentiu para a polícia e não contou a verdade, de que tinha sido Nácul quem aplicou as substâncias, Andressa disse: “Me senti coagida porque ele é um senhor e não queria que fosse preso. Mas hoje quem está sofrendo em cima de uma cama tendo um filho para criar sou eu! Poderia ter morrido! Me senti coagida de revelar seu nome, mas hoje estou indignada porque estou gastando com a minha saúde e este médico não está fazendo nada para me ajudar, nem apoio moral ele me dá!”, disse Andressa.

Urach pediu ajuda a seu advogado, Denival Cerodio. Cerodio disse que vai esperar sua cliente ter alta para conversar com ela sobre o caso. Segundo o advogado, o primeiro passo será entrar em contato com o cirurgião. “Vou tentar um mecanismo amigável para pleitear uma indenização. Senão, vamos procurar ajuda Judicial. Vou abrir também uma representação no Conselho Reginal de Medicina para avaliar o caso.”

Urach contou que foram vários os procedimentos que fez com Nácul. Ela garante que nenhum foi de graça e que pagou caro pelas transformações. “A bioplastia no rosto custou R$ 6 mil; o Pmma e o metacril no bumbum foi R$ 18 mil. Nas pernas não lembro muito bem quanto gastei, mas no total foi algo em torno de R$ 40 mil. Coloquei também na panturrilha e parte posterior da coxa. Eu que sugeri dele colocar isso tudo em mim, mais e mais... Fizemos tudo isso em várias etapas, mas ele nunca me disse que teria problema. Esse Pmma eu apliquei no glúteo depois que ganhei o Miss Bumbum, deixando bem claro! Repetindo: apliquei na panturrilha, nas duas coxas e no posterior da coxa”, diz Andressa.

O medo de deixar de andar por causa da inflamação – uma vez que os produtos não podem ser retirados do músculo- também contribuiu para Andressa revelar o nome de Almir Nácul. “Vou ter que conviver o resto da vida com esse veneno no meu corpo que a todo momento inflama. E se infeccionar o meu músculo, posso ficar paralítica.

 

Fonte: Ego