Vagas especiais são desrespeitadas em Teresina, diz gerente da STRANS

Estes tipos de infrações são considerados leves com multa no valor de R$ 53,20, com perda de 03 pontos na habilitação, o mínimo que pode ser retirado

Achar estacionamento é um problema cada vez mais latente com o aumento da frota e a limitação do espaço urbano. Esta situação se agrava para portadores de necessidades especiais que muitas vezes se deparam com as vagas que lhes são destinadas ocupadas por condutores que não possuem nenhuma limitação de mobilidade. As vagas especiais são destinadas às pessoas com deficiência que possuem a credencial regulamentada por leis federais que garantem este estacionamento.

Estes tipos de infrações são considerados leves com multa no valor de R$ 53,20, com perda de 03 pontos na habilitação, o mínimo que pode ser retirado. De acordo com o gerente de Transporte Eficiente da STRANS, Francisco Alves de Araújo, este tipo de negligência acontece principalmente nas áreas centrais da capital e em supermercados e shoppings. Segundo ele, uma alternativa para esse transtorno é o transporte especial, que possui 1.680 cadeirantes cadastrados na STRANS.

Ele acrescenta que em Teresina existem 07 ônibus categorizados como transporte especial que servem para atender as pessoas com deficiência. Segundo ele, deste total, cinco circulam em cada zona da cidade no horário de funcionamento que vai das 06:00 às 23:00 horas, pegando os usuários em suas casas, levando-os para outras áreas da cidade.

Para a portadora de deficiência e secretária executiva do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE) que funciona na SEMTCAS, a assistente social Deuselena Andrade, avalia que a negligência dos motoristas com as vagas especiais é um grande desrespeito contra as pessoas com deficiência, que têm a necessidade real de usar estas vagas e constantemente têm que estar reclamando pelas mesmas.

?Eu penso que a multa tem que aumentar e ser gravíssima. Acho um desrespeito conosco. Em uma necessidade minha de urgência não posso estacionar na minha vaga?, destaca.

Para usufruir deste direito de estacionar nas vagas especiais é preciso obter a credencial junto à STRANS.

Primeiramente é necessário que o deficiente faça um cadastro no CRAS do seu bairro e em seguida deve apresentar seus documentos pessoais com o laudo médico que ateste sua deficiência. A pessoa com deficiência deve sempre apresentar este documento nos veículos em que for transportada, seja como condutora ou passageira.

Fonte: Vicente de Paula