Valor da fiança para quem dirigir alcoolizado aumenta para R$ 60 mil

Os motoristas que dirigirem embriagados devem pagar até 100 salários mínimos.

Os motoristas que dirigem embriagado e forem pegos cometendo esse ato ilícito agora pagarão mais caro, caso não queiram ficar presos. O valor da fiança a ser paga subiu de até um salário mínimo para até 100 salários mínimos, podendo então o motorista ter que pagar mais de R$ 60 mil para ficar em liberdade.

O delegado Evaldo Farias explica que a medida foi motivada pelo crescimento do número de violência no trânsito, nesse ano em relação ao ano passado. Dados mostram que esse aumento foi de cerca de 33%. ?As campanhas publicitárias contra violência no trânsito não está tendo efeito e se as pessoas não se educam por amor ao próximo, eles terão que se educar agora para não ter que mexer no seu bolso?, afirmou o delegado. Dados da PRF mostram que só nos dois últimos finais de semana foram pegos 29 motoristas embriados ao volante.


Valor da fiança para quem dirigir alcoolizado aumenta para R$ 60 mil

Segundo Farias, os delegados agora estão mais conscientes dos prejuízos de um motorista embriagado ao volante.

?Se formos ao Hospital de Urgência de Teresina vamos ver o número enorme de vítimas de acidentes de trânsito e isso implica um ônus muito grande aos cores públicos, que ao invés de usar a verba destinada à saúde com outros pacientes com doenças mais graves, está gastando quantias enormes com pessoas que estão lá por causa da irresponsabilidade de beber e dirigir?, desabafou.

Os delegados, ao se depararem com casos de embriaguez ao volante, observam a gravidade do acidente, analisam o poder socioeconômico do infrator e em cima disso calculam o valor da fiança. ?A fiança é estabelecida pela lei, mas o delegado tem a liberdade de decidir qual valor irá cobrar do infrator. Nós estamos cobrando mais caro, porque eles precisam sentir no bolso para assim se sentirem motivados a evitar esse tipo de prática?, disse.

Os acidentes no trânsito podem causar desde um simples acidente com danos apenas materiais, até levar o condutor ou uma pessoa inocente à morte. ?Como a fiança era muito baixa, facilitava a prática desse ato ilícito, agora nós queremos que eles pensem duas vezes antes de dirigir bêbados?, pontuou.

Fonte: Pollyanna Carvalho