Vamos Ver o Sol será atendido com programa Minha Casa Legal

Os mutuários serão atendidos nos dias 6 e 7 de agosto.

Mutuários do Residencial Vamos Ver o Sol serão atendidos nos dias 6 e 7 de agosto pelo Programa Minha Casa Legal, em mais uma ação promovida pela Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (EMGERPI). A ação está sendo realizada na escola Jornalista João Emílio Falcão, localizada na rua 20, do referido Residencial. O atendimento será das 8h às 14h.

Segundo a diretora da Casa do Mutuário, Ana Lúcia Gonçalves, o objetivo principal desta ação é mobilizar e estimular os mutuários do Residencial  a comparecer ao balcão de atendimento dos Escritórios Itinerantes para fazer retomada de negociação, conferir os benefícios de parcelamento de débitos, atualização cadastral, e outros serviços referente ao contratos de financiamento habitacional.

A diretora declarou também que a ação itinerante busca não apenas fazer a regularização fundiária urbana, mas também a financeira, visto que o índice de inadimplentes e quantidade de contratos de gavetas  no residencial Vamos Ver o Sol ainda é grande. “Nossa meta é estimular para todos esses mutuários procure a equipe da Emgerpi para regularizar sua situação para que todos os moradores do residencial possam obter o registro individualizado da sua casa”, pontuou.

Alguns mutuários que já fizeram o reparcelamento das suas dívidas em outra ocasião também compareceram ao posto itinerante para saber quais  as vantagens caso paguem seu débito à vista, como é o caso do mutuário França Reis. “Eu já reparcelei meu débito, mas gostaria de entender mais sobre esse desconto de 90%, que está sendo garantido para aquelas pessoas que estão quitando sua dívida total”, falou o músico, após elogiar a Emgerpi por ter descentralizado o atendimento para os mutuários do Estado.

O presidente da Associação de Moradores Unidos do Parque Sul, Luiz Carlos Gomes, também relatou sobre a importância da ação itinerante da Emgerpi no Residencial. “Estamos satisfeitos com esta ação até porque ela é resultado de reivindicação dos moradores do Vamos Ver o Sol. Acredito que essa vinda da Emgerpi à comunidade será uma oportunidade a mais e mais cômoda para aquelas pessoas que precisam regularizar as suas casas”, disse.


Fonte: Ascom