Veículo com criança dormindo no banco traseiro é roubado

O carro estava no estacionamento de um hospital

O agente de portaria Gilberto Nogueira Guimarães levou a neta de 5 anos, que tem bronquite asmática, para fazer nebulização no Hospital Regional de Ceilândia, que fica em uma cidade próxima a Brasília (DF).

A esposa ficou no atendimento com a criança e ele, no estacionamento com a outra neta de um ano e meio. Passado um tempo, Gilberto foi falar com a mulher. Deixou a neta no carro e a chave na ignição.

“Quando saí, já ouvi meu carro funcionando. Ao olhar pra trás, o ladrão estava saindo com o carro e a minha neta dentro. Fiquei desesperado e comecei a gritar: "Larga meu carro que tem uma criança aí dentro. Acho que nessa hora ele escutou", contou Gilberto. Ele registrou ocorrência na delegacia. Em meia hora, os policiais encontraram o carro perto do hospital.

A criança ainda dormia no banco de trás. Os bandidos levaram documentos e um porta-CDs. Ainda tiveram o cuidado de descarregar o extintor de incêndio no veículo, para dificultar a identificação de digitais. Um susto que Gilberto nunca vai esquecer. “Não dá nem pra dizer como foi. Na hora você fica desesperado.

Agora, não deixo mais ninguém dentro de carro. Não deixo documento nem nada”, afirmou. Os policiais levaram a menina para o Hospital Regional de Ceilândia. Ela foi examinada e passa bem. Já foi liberada e está em casa com a família. A polícia investiga o caso. Está à procura dos bandidos e o avô não deve responder por abandono de incapaz.

Fonte: g1, www.g1.com.br