Veja o que acontece se os pneus do carro não forem calibrados

O pneu precisa estar na calibragem indicada pela montadora e compatível ao número de passageiros.

?A calibragem dos pneus deve ser conferida toda semana?, afirma José Carlos Quadrelli, gerente de vendas da Bridgestone. Segundo ele, se for considerada apenas a permeabilidade da borracha, o pneu perde de uma a duas libras por mês. No entanto, a checagem regular evita que furos passem despercebidos.

O pneu precisa estar na calibragem indicada pela montadora e compatível ao número de passageiros, caso contrário pode afetar a dirigibilidade do carro e o consumo de combustível. ?Um pneu menos calibrado sofre deformação e fica com mais superfície de contato com o solo? explica Felício Félix, especialista em segurança viária e pesquisa e desenvolvimento do Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária). ?O atrito oferece maior resistência e o motor precisa de mais energia para mover o carro? afirma. O gasto de combustível, segundo ele, pode ser até 10% maior.

Se a calibragem estiver acima da recomendada, o motorista corre risco nas frenagens. ?A área de contato fica menor e o veículo fica menos estável?, diz Félix, ?isso sem falar no desgaste maior na região central da banda de rodagem?. O pneu menos calibrado que o indicado também tem desgaste irregular, e fica com as laterais prejudicadas.

Fonte: Auto Esporte