Vendas de moda praia tiveram crescimento de 1,5% durante as férias

Em 2013, a produção de moda praia no país alcançou 267,2 milhões de peças, um crescimento de 1,5% em relação ao ano anterior.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA SEXTA-FEIRA (16) DO JORNAL MEIO NORTE

O Brasil é considerado para muitos, como o maior mercado de moda praia do mundo e o sucesso é confirmado no período de férias. Por conta disso, de acordo com a Associação Brasileira de Indústria Têxtil (Abit), em 2013 foram exportadas 763 mil peças. Tendo o mês de dezembro, o período de maior oferta.

Ainda segundo a Abit, o Brasil conta hoje com 1.330 empresas fabricantes de moda praia, que geram 53 mil empregos diretos e 70% dessas confecções são de pequeno porte. Em 2013, a produção de moda praia no país alcançou 267,2 milhões de peças, um crescimento de 1,5% em relação ao ano anterior.

E o mercado continua forte em Teresina, pois as empresas da cidade, lançam tendências com diferentes cores e estilos para quem quer curtir a praia. Segundo a vendedora de loja de moda praia, Otília Alencar, o ano de 2014 fechou com lucros.“O mês de dezembro foi a melhor época, pois superou todas as nossas expectativas de vendas. Vendemos muitos biquínis, principalmente a calcinha franzida que modela o bumbum”, destaca.

Todas as lojas visitadas confirmavam a venda do mesmo biquíni, o chamado “biquíni franzido na parte de trás da calcinha”. O modelo, turbina o corpo da mulher dando aparência de estar esculpido. As gerentes destacam que o biquíni foi febre nacional, e o mercado piauiense não deixou a desejar.

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Daniely Viana