Vereador denuncia prefeito de Tamboril por uso indevido de máquinas do PAC e cisternas do Governo Federal

São 33 ações movidas contra o prefeito junto ao Ministério Público

O vereador Neto do Osmar (PT) denumcia várias irregularidades cometidas pelo prefeito de Tamboril, Benjamin Valente, mais conhecido como Beijinha. O município fica localizado a 330 Km de Teresina. São 33 denúncia feita contra o prefeito junto ao Ministério Público que está investigando.

Dentre as denúncias está o uso indevidas das máquinas do PAC2, do Governo Federal. Segundo o vereador as máquinas fical trancas no terreno da casa do prefeito que cobra R$ 60,00 por hora para quem precisa usar e mesmo assim só pode utilizar pessoas que votaram nele. O vereador Neto afirma que se as pessoas que declararam que não votaram em Benjamin Valente for solicitar o uso das máquinas, ele (o prefeito) manda que vão pedir para a presidente Dilma, já que as máquinas são do Governo Federal.

Em Janeiro deste ano, o Gerente de Expansão do Sistema Meio Norte de Comunicação, Ricardo Castelo Branco, esteve com o vereador Neto quando flagaram moradores da zona rural do municípiopagando R$ 100,00 para um carro pipa abastecer uma cisterna. Segundo o vereador o município possui um carro pipa fornecido pelo Governo do Estado, mas que a grande maioria da população desconhece e não usufrui.

O vereador Neto afirma ainda que as cisternas do Governo Federal estão sendo usadas indevidamente pelo prefeito Beijinha já que  há uma delas instalada em sua propriedade localiuzada na comunidade Várzea que fica a 600 metros de Tamboril.

"Enquanto vereador de Tamboril não posso admitir que isto aconteça. O prefeito está tirando da boca do povo para usar as cisternas em benefício próprio. Elas são para as famílias carentes e não vou deixar que essa falta de respeito com a população fique em baixo do tapete", disse o vereador Neto em entrevista concedida na TV Meio Norte.

Outro descaso denunciado é que no povoado Pitombeiras a população já foi embora devido a falta de água no local.





Fonte: Portal MN