Vereadores se destacam em proposição de leis anti-drogas

A temática das drogas está sendo bastante discutida ultimamente e se transformou em uma das principais preocupações dos gestores e de toda a sociedade.

Trabalhar em função da melhoria da qualidade de vida da população, elaborando leis, recebendo o povo, atendendo às reivindicações, desempenhando a função de mediador entre os habitantes e o prefeito. Essas são algumas das funções do vereador, que tem seu dia comemorado hoje (01). O Jornal Meio fez uma busca de algumas leis importantes, elaboradas por eles, ao longo desses anos, e ouviu a população e pessoas envolvidas com sua implantação, sobre a eficácia de cada uma delas.

A temática das drogas está sendo bastante discutida ultimamente e se transformou em uma das principais preocupações dos gestores e de toda a sociedade. Mas já há leis que buscam tanto a prevenção, como o tratamento e a reinserção de usuários e ex usuários respectivamente. O vereador Samuel Silveira é um dos mais atuantes nessa área. De autoria dele, pode-se destacar a Lei que estabelece que empresas que recebem benefícios fiscais devem reservar vagas para egressos graduados em comunidades terapêuticas, de Teresina. Na busca do tratamento, o vereador propôs lei que reconhece de utilidade pública a Associação Casa do Oleiro.

Já no estágio da prevenção, lei criada por ele tornou obrigatória a discussão dessa temática nas escolas municipais de Teresina, como forma de prevenir o problema, através do “Programa Educação Anti Drogas”. “Essa lei é muito importante, pois nós sabemos da importância da prevenção do uso de drogas. Se fizermos uma pesquisa junto a usuários, eles vão dizer que o melhor seria não ter experimentado a droga. E quando se torna obrigatório a discussão dessa temática dentro das escolas, garante-se uma redução a longo prazo do número de usuários”, disse a coordenadora Estadual do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) e presidente do Conselho Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas, Major Elizete Lima.

Confira a matéria completa no Jornal Meio Norte edição de 01/10

Fonte: Pollyana Carvalho