Vereadores usam coletivos e acompanham drama em THE

Vereadores usam coletivos e acompanham drama em THE

O intuito foi fazê-los ver de perto as dificuldades enfrentadas pela população.

Vereadores de Teresina, a convite da Rede Meio Norte, aceitaram o desafio de irem nesta segunda-feira, 14, para os pontos de ônibus para pegarem coletivos durante o horário de maior uso da rede de transporte público. O intuito foi fazê-los ver de perto as dificuldades enfrentadas pela população.

Do desafio participaram os vereadores Teresa Brito(PV), Samuel Silveira(PMDB) Antonio Aguiar(PTB) e o vereador Paulo Roberto(PSD).

Juntos, concluíram que, entre os usuários, a reclamação é geral, pois as paradas são lotadas, falta rampas de acesso a cadeirantes, há escassez de ônibus e, quando passa um coletivo, as reclamações são inevitáveis em razão da superlotação.

O problema é maior para os portadores de deficiência física. ?Passaram quatro ônibus, eles estavam ocupados, quebrados ou tinham qualquer defeito. É muito difícil o transporte público. O transporte eficiente não existe?, disse Sr. Manoel, que necessita fazer fisioterapia três vezes por semana no centro de Teresina.

Outros problemas verificados pelos vereadores são o tempo de espera, a superlotação, a qualidade das paradas de ônibus, tudo isso associado à demora durante o percurso. O trajeto escolhido para os vereadores foi do Parque Brasil ao centro de Teresina, que dura quase uma hora.

Ainda no coletivo, os vereadores conversaram com a população. ?Esperamos que em novembro a gente tenha esses problemas diminuídos com a construção dos terminais, integrando as zonas da cidade, retirando a população dos bairros, se concentrando nos terminais e distribuindo para os centros?, disse o vereador Samuel Silveira.

A faixa exclusiva para os ônibus é outra medida que, segundo o vereador Paulo Roberto, resolveria o problema dos engarrafamentos para os ônibus de Teresina. ?Tem que ter a faixa exclusiva e tem que ter a mobilidade urbana?.

VEJA A REPORTAGEM

Fonte: Denison Duarte