"Vi que a morte estava aqui, me rondando" revela Gianechinni

"Vi que a morte estava aqui, me rondando" revela Gianechinni

Reynaldo Gianecchini foi ao Programa do Jô nesta terça-feira (10) e falou sobre o período em que teve câncer.

O apresentador Jô Soares recebeu Reynaldo Gianechinni na gravação do Programa do Jô desta terça-feira(10). O ator conversou a respeito do período em que esteve em tratamento de um câncer linfático e dividiu com a plateia a experiência adquirida. "A mudança é muito profunda, é diferente... Vi que a morte estava aqui, me rondando. A gente acha que a morte existe para os outros, até que ela se aproxima."

O tratamento da doença foi realizado no Hospital Sírio-Libanês e contou com grande cobertura da mídia nacional. "Foi tão profundo o que eu passei. A quimioterapia foi muito forte. Ficava isolado no hospital, apenas com minha mãe perto. Fiquei muito fragilizado nos primeiros dias depois do transplante. Passou tudo e me vi forte de novo".

A jornalista Marília Gabriela, que esteve ao lado do ex-marido durante o período em que esteve hospitalizado, ganhou uma declaração apaixonada durante a entrevista. "A Marília é o grande amor da minha vida. Fisicamente estávamos distantes, mas ela sempre fez parte de mim".

Escalado para a próxima novela das sete, Guerra dos Sexos , Gianecchini compareceu aos estúdios da Globo com os cabelos crespos, fazendo com que a platéia não o reconhecesse. "Quando raspei o cabelo, não me importei. Me lembrei da cena de Laços de Família , da cena da Carol raspando a cabeça. Liguei pra ela, mas falei que não estava chorando e sim amarradão no meu novo visual". Entretanto, ele admitiu já estar acostumado com o visual de seu novo trabalho, em que interpretará o personagem Nando. "Cheguei muito animado, dispensei dubles. Voltei com tudo".

Entre os seus planos futuros está o de escrever um livro sobre sua trajetória rumo à cura. "Vou falar de tudo que recebi de dicas pra me curar, receitas. A mais estranha era observar uns gráficos com ETS. Se eu observasse o gráfico, diziam que as luzes dos ETS iriam me ajudar a melhorar. Como não tinha nada a perder, eu olhava os gráficos de vez em quando", brincou.

Reynaldo foi diagnosticado com câncer no ano de 2011. Na época, a peça Cruel, que estava em cartaz em São Paulo, teve que ser suspensa até que o astro se recuperasse. Ao voltar aos palcos em março deste ano, recebeu uma recepção calorosa dos fãs e amigos.

Fonte: Terra