Vidente cura pessoas e arrecada toneladas de alimentos em Teresina

Segundo ele, todos os alimentos arrecadados serão distribuídos

O trabalho do vidente Carlinhos, que ficou conhecido por adivinhar a derrota da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014, os inesquecíveis 7 a 1 da seleção alemã, na semifinal da Copa, vai além de previsões e premonições. Além de curar pessoas de dores e doenças diversas, com aconselhamento espiritual, o médium desenvolve um trabalho que está se tornando gigantesco, na área social, com a distribuição de alimentos não perecíveis, para famílias carentes. O fato de ter passado muita fome e perdido cinco irmãos, na infância, levou o vidente a buscar alternativas para combater e ou amenizar a fome de muitas pessoas.

Carlinhos esteve em Teresina, no último final de semana, atendendo centenas de pessoas, que o procuraram, para tentar sanar as mais diversas doenças, sejam elas da alma ou do corpo. A única exigência do médium, para a consulta espiritual era a de que cada pessoa levasse uma cesta básica no valor de cinquenta reais. Ele atendeu durante quatro dias e meio e conseguiu arrecadar cerca de cinco mil quilos de alimentos. Carlinhos falou que veio a convite de uma pessoa (não quis divulgar o nome de quem o trouxe a Teresina) somente para realizar esse tipo de trabalho, em sua primeira vez na capital piauiense.

Segundo ele, todos os alimentos arrecadados serão distribuídos para famílias carentes e para uma instituição de crianças com câncer, em Teresina. Toneladas de arroz, entre outros produtos da cesta básica, se avolumavam na sala de atendimento do hotel onde o médium atendia as pessoas, individualmente. Carlinhos conta que realiza esse trabalho há 42 anos, ou seja, desde que ele tinha 11 anos de idade. “Gosto que me conheçam como um homem que fez de sua pobreza, um meio de matar a fome de quem precisa”, diz Carlinhos.

O vidente tem 53 anos e nasceu na cidade de Galiléia, em Minas Gerais. José Ferreira dos Santos recebeu o apelido de Carlinhos de um irmão menor ainda na infância. A fama repentina do vidente Carlinhos foi marcada principalmente pelas previsões sobre a Copa do Mundo de 2014, que foram gravadas por um canal de televisão. O vidente vive, atualmente, em Apucarana, no Paraná, há pouco mais de dois anos. Passou muita fome ao longo da vida e por isso ajuda as pessoas. Toda sexta-feira distribui cestas básicas para comunidades carentes e ainda faz uma grande festa anual, onde dá prêmios como brinquedos, bicicletas e até motos, que recebe de empresas e entidades.

Ele comanda o SOS Carlinhos, que é uma organização que visa distribuir alimentos e brinquedos para pessoas e crianças carentes. Ele conta que sobrevive da renda de quatro lojas especializadas na venda de ração para animais e da contribuição de duas redes de supermercados de Apucarana e de ajuda de custo para suas viagens, pelo país.

Carlinhos está percorrendo dois Estados brasileiros, por semana, principalmente as capitais, onde realiza trabalho de cura física e espiritual e desenvolve ações sociais, voltadas para a pobreza. Ele conta que em Apucarana, chega a receber cerca de 70 toneladas de alimentos, por mês, que são distribuídos com os pobres da região.

Carlinhos atende cerca de 400 pessoas em Teresina

São inúmeros os casos de pessoas atendidas pelo vidente Carlinhos, a maioria, problemas de saúde. Muitas se dizem curadas de imediato; outras querem ver para crer. O médium diz que de cada dez pessoas que o procuram com algum tipo de problema de sáude, seja físico e ou espiritual, nove são “curadas”. O médium atendeu cerca de quatrocentas (400) pessoas, não só de Teresina, mas de vários municípios do Estado.

A dona de casa Socorro Holanda, natural de Teresina, chegou sentindo fortes dores de cabeça, doença que, segundo ela, já dura há 20 anos. “Já fiz todo tratamento possível, com médicos e de nada resolveu. Acabei de falar com o Carlinhos, e quando ele acabou de fazer uma oração em mim, a dor de cabeça passou. Tenho fé que ela não volte nunca mais”, disse a dona de casa.

A aposentada Firmina Machado de Araújo Silva veio do município de Regeneração, somente para se consultar com o vidente Carlinhos. Ela conta que já operou de vesícula, mas de nada adiantou, pois sente os mesmos problemas relacionados à doença, de antes. “Há oito meses o problema voltou e estou sofrendo muito. Ele (o vidente) me falou que vou ficar boa e tenho fé que irei ficar boa”, ressaltou Firmina Machado.

A dona de casa Cleonildes, do município de Miguel Alves, estava em companhia de sua mãe, que sofre com problemas cardiovasculares. “Minha mãe já fez cirurgia com o médico, mas não ficou boa. Já amputou até uma perna e o Carlinhos nos deu esperança de que ela vai ficar boa. Vamos ter fé que ela fique boa mesmo”.

Um senhor que não se identificou, também relatou que sentia muitas dores em um dos braços, há muitos anos e que ficou bom só em se concentrar nas palavras do vidente, durante uma entrevista concedida pelo médium, em Teresina, através de um canal de televisão local.

Fonte: Lindalva Miranda