Vigilância apreende 1/2t de remédios

A Vigilância Sanitária trabalha diariamente com o objetivo de inibir essas práticas através de fiscalizações

Os remédios vencidos e falsificados estão espalhados por Teresina. Só este ano a Vigilância Sanitária do Município já apreendeu mais de meia tonelada de medicamentos nesta situação. Outro problema é a venda de medicamentos em locais não autorizados pela ANVISA, como mercearias e vendedores ambulantes. No ano passado, a somatória de medicamentos apreendidos e entregues voluntariamente por laboratório chegou a 8 toneladas. Todas as unidades são encaminhadas ao aterro sanitário da capital. A Vigilância Sanitária trabalha diariamente com o objetivo de inibir essas práticas através de fiscalizações. No mês de março, por exemplo, foram realizadas mais de 70 blitze, o que resultou na apreensão de cerca de 1.200 itens de remédios, que tinham como principal irregularidade a data de validade vencida. De acordo com o chefe de fiscalização de remédios do município, Alex Aragão, a maioria das farmácias e drogaria da cidade atua de forma regular, mas é preciso ficar atento. Isso porque os medicamentos com prazos de validade vencidos ou sem a autorização da ANVISA, além de não ter eficácia comprovada, podem provocar reações. Em relação aos pontos de venda clandestinos, Alex Aragão explica que esses locais não possuem um profissional para orientar os consumidores e tampouco seguem as exigências adequadas de armazenamento e transporte dos produtos. “Isso compromete a qualidade do medicamento”, explica.

Fonte: Carolina Durães, Jornal Meio Norte