Vítimas de AVC no HUT chegam a esperar 48h para serem remanejadas para UTI

Vítimas de AVC no HUT chegam a esperar 48h para serem remanejadas para UTI

A realidade do HUT preocupa porque tem aumentado muito o número de casos de AVC no Piauí

A Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) está sem vagas. No maior Pronto Socorro do Piauí, há relatos de pacientes que levam até 48h para serem internados que, enquanto isso, permanecem agonizando nos corredores.

Um homem, conhecido por Antonio, sofre porque o seu pai, que foi vítima de AVC, ainda não foi remanejado para a UTI. ?Eu vou esperar somente por Deus porque ele é capaz de tudo?. A mãe de Antonio permanece firme na fé enquanto a oportunidade não chega. ?Eu estou sofrendo muito, mas o jeito é acreditar em Deus?

A realidade do HUT preocupa porque tem aumentado muito o número de casos de AVC no Piauí, que se tornou o 3º Estado da federação com maior número de óbitos, uma média de 1000 casos por ano.

Do total de casos, 65% das vítimas morrem, quem sobrevive, geralmente fica com sequelas. Quanto mais há demora no atendimento, mais grave se torna a situação. A UTI do hospital está lotada, consequência do aumento de casos de AVC somado à falta de estrutura do hospital, o que pode provocar um aumento dos casos.

Fonte: Denison Duarte