Vizinho mata cadela prenha usando uma enxada em Goiás, e dona se revolta: "Sem necessidade"

Vizinho mata cadela prenha usando uma enxada em Goiás, e dona se revolta: "Sem necessidade"

Cabeleireiro confessou ter matado a cadela usando uma enxada, em Goiás

A autônoma Lidiane Vasconcelos está revoltada com a crueldade do vizinho, um cabeleireiro de 37 anos, que confessou ter matado sua cadela yorkshire, usando uma enxada, em Jaraguá, na região central de Goiás. Imagens de câmeras de segurança mostram o homem tentando cercar a cadela, que entra na casa dele e não é mais vista. ?Não tinha necessidade dele fazer isso. Poderia ter vindo aqui, pedido para eu abrir o portão e explicar que a cachorra talvez estivesse indo lá, me desse mais uma chance de tê-la aqui com a gente?, lamenta a mulher.

Lidiane conta que tinha a cadela há dez anos e que sua família está abalada com a morte do animal. ?Meus filhos estão todos sentidos com a perda da cachorra, eu principalmente, porque ela está comigo há mais tempo, antes mesmo de eu ter meus filhos?, afirma. Segundo os donos, a cadela estava esperando filhotes.

O crime aconteceu no último domingo (11). Policiais prenderam o cabeleireiro no dia seguinte, quando ele confessou que matou o animal e jogou o corpo em um rio da cidade. O homem, que mora na mesma rua que Lidiane, foi liberado após pagar fiança de R$ 6,5 mil.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Webert Leonardo Lopes, o inquérito policial já foi concluído. ?Ele foi preso e autuado em flagrante delito por um crime, no nosso entendimento, diante o que a legislação nos oferece, rígido e proporcional ao caso. O procedimento já foi encaminhado ao Poder Judiciário para que ele possa responder pela atitude e conduta praticada nesse crime grave?, explicou. O suspeito foi indiciado por dano qualificado e, se condenado, pode ficar preso por até três anos.

O advogado do cabeleireiro, Biracy Antônio Camargo, informou que o cliente se mudou de cidade com medo das ameaças feitas pelas redes sociais. Em uma das publicações, um internauta afirma que ele deveria ser linchado.

Segundo o advogado, o cabeleireiro não matou a cadela intencionalmente. ?O animal estava causando danos à propriedade dele, invadiu a sua casa, a grama da sua casa, o sofá. Ele utilizou uma enxada para tentar cercar o animal. O animal corria para todo lado e ele não conseguia capturar. Então, ele utilizou a enxada e talvez ele deve ter excedido na força quando o animal passou e ele tentou cercar o animal com a enxada e matou?, alegou Biracy.





Fonte: G1