Vou morrer,mas personagens ficarão, disse Ariano Suassuna em última aula

Essa última aula aconteceu na cidade de Garanhuns, no agreste de Pernambuco

Em sua última aula-espetáculo, na sexta-feira (18), o escritor, poeta e dramaturgo paraibano Ariano Suassuna, 87, falou sobre sua morte, tema do qual fugia, segundo a amiga Leda Alves, 83, atriz e secretária de Cultura do Recife.

Essa última aula aconteceu na cidade de Garanhuns, no agreste de Pernambuco, e o escritor terminou a apresentação comentando a morte, que chamava de Caetana.

No fim da aula, ele sempre diz: "Não pensem não. Eu não vou morrer, eu me escondo da Caetana. Ela não vai me encontrar". Mas, desta vez, ele disse assim: "Eu sei que vou morrer, mas meus personagens ficarão todos com vocês". Isso ele nunca disse em nenhuma aula dele", afirmou Alves, que participou de quatro peças de Suassuna como atriz.

Ariano Suassuna deu entrada no Real Hospital Português, no Recife, na noite de segunda-feira (21), com um AVC hemorrágico. Foi operado, mas não resistiu e morreu no fim da tarde desta quarta-feira (23).

O velório do escritor acontece no Palácio Campo das Princesas, sede do governo de Pernambuco, até as 15h de quinta-feira (24). O enterro será às 16h no cemitério Morada da Paz, em Paulista, região metropolitana do Recife.

Fonte: Folha