Zeca Pagodinho dá abrigo à família que perdeu casa em chuva

Zeca Pagodinho dá abrigo à família que perdeu casa em chuva

Segundo Eduardo Chaves, filho de Zeca, o sítio da família se tornou ponto de recolhimento de donativos

Moradores de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Raylua Cardoso, Leonardo de Oliveira e os filhos Maria Vitória, de 1 ano, e Wallace, de 5, viram a casa onde moravam ser destruída pelas chuvas. Mas, apesar do trauma, estão dormindo em paz. Isso porque o cantor Zeca Pagodinho abriu os braços e as portas de sua própria residência para eles.

- O Zeca e sua família foram maravilhosos com a gente - agradece, emocionada, Raylua, acrescentando que Elisa, filha do sambista, é madrinha de Wallace.

Segundo Eduardo Chaves, de 25 anos, filho de Zeca, o sítio da família se tornou ponto de recolhimento de donativos.

Ao contar ao pai que estava com dificuldade de andar em casa devido à grande quantidade de doações, Eduardo se surpreendeu:

- Ele disse: "Abre o salão, empurra os computadores para o canto e coloca tudo na escola de música" - lembra Eduardo.

De acordo com Nelson de Melo, de 55 anos, vizinho de Zeca, muitos se aproveitariam da oportunidade de aparecer, mas o cantor famoso, não:

- Ele não é o cara. Ele sempre foi. Ele merece toda essa fama de herói.

Para Bruno Piquet, de 31 anos, Xerém é o melhor lugar do mundo para criar filhos, e depois que Zeca foi pra lá, há 20 anos, tudo melhorou.

Ainda tentando se recuperar da tragédia, Helio Carvalho, de 57 anos, morador da Rua Helarindo de Sousa Bastos, revelou que perdeu tudo. Perto da meia-noite, quando ele e a família perceberam que o nível da água subia rapidamente, todos correram. A sua rua ficou destruída, e, em frente a sua casa, sete carros ainda estão empilhados.

- Conseguimos tirar todos antes da enxurrada. Não dá pra dizer o que a gente sente. Estou aéreo, estou perdido - desabafou.

Fonte: Extra