Zilda Arns foi atingida na cabeça por escombros de igreja durante tremor no Haiti

Zilda Arns foi atingida na cabeça por escombros de igreja durante tremor no Haiti

A transferência do corpo para o Brasil está dependendo apenas de um documento

Zilda Arns Neumann, coordenadora internacional da Pastoral da Criança, não foi soterrada pelos escombros do terremoto registrado no Haiti, nesta terça-feira (12). Ela tinha encerrado uma palestra em uma igreja em Porto Príncipe quando o tremor começou. A médica sanitarista morreu após ser atingida na cabeça, mas não há ferimentos no restante do corpo, segundo nota divulgada pelo senador Flávio José Arns (PSDB-PR), sobrinho dela.

O corpo de Zilda está na base do Exército Brasileiro no Haiti e a liberação e transferência do corpo para o Brasil está dependendo apenas de um documento, que está sendo providenciado pelo sobrinho. O velório será feito na sede da Pastoral da Criança, em Curitiba, em data ainda a ser definida. O sepultamento também não tem data determinada pela família.

?A doutora Zilda estava em uma igreja, onde proferiu uma palestra para cerca de 150 pessoas. Ela já tinha acabado seu discurso e estava conversando com um sacerdote, que queria mais informações sobre o trabalho da Pastoral da Criança. De repente, começou o tremor", disse Flávio Arns, em nota.

Ainda segundo o documento, divulgado pela Pastoral da Crainça, o sobrinho de Zilda disse que ela ainda tentou se proteger. "O padre que estava conversando com ela, deu um passo para o lado. Zilda recuou um passo e foi atingida diretamente na cabeça, quando o teto desabou. Ela morreu na hora e não ficou soterrada. O resto do corpo não sofreu ferimentos, somente a cabeça foi atingida. O sacerdote que conversava com ela sobreviveu. Já outros quinze sacerdotes que estavam próximos a ela faleceram?.

Fonte: g1, www.g1.com.br