A vingança do marido traído

01 de Fevereiro 2012 as 11:44

Deitada no seu leito de morte, a mulher segura a mão do marido e chora:

- Querido, deixe-me falar. Tenho que te confessar algo... por dois anos eu te traí

com Daniel, teu melhor amigo...

- Tudo bem, não se preocupe por isso... - responde o marido, imutável.

- Como, tudo bem!? Se você não me perdoar, não vou morrer

em paz...

O marido então coloca afetuosamente a mão de sua esposa entre as suas e,

olhando carinhosamente para ela, diz:

- Não se preocupe por isso. Eu já sabia. Por que você acha que eu te envenenei?