Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Acidentes já geraram gasto de R$ 6,765 bilhões nesta década no Piauí

A média anual no período foi de R$ 1,353 bilhão aplicados

Compartilhe
Google Whatsapp

Levantamento feito na quinta-feira, 10 de janeiro, com base nos dados do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), referendado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), apontam que de 2010 a 2014 foram gastos com acidentes R$ 6,765 bilhões no Piauí. A média anual no período foi de R$ 1,353 bilhão aplicados. 

Diante disso, a cada ano é evidenciado um crescimento em torno de 10%, o que aponta para a gravidade do problema. Ao todo, a frota de veículos no Piauí supera a marca de 1 milhão, sendo que cerca de 60% é constituída por motocicletas.

A2G

De modo geral, o montante de R$ 6,7 bilhões gastos pelo Piauí com acidentes no período de cinco anos, daria para construir cerca de 225 hospitais de R$ 30 milhões cada. Além de 3 mil escolas de educação básicas orçadas em R$ 2 milhões.

Para ter ciência do “desperdício” de recursos públicos com acidentes, apenas no período em todo o país, segundo o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), o montante gasto no Brasil com acidentes de trânsito é superior a R$ 120 bilhões, equivalente ao custo de mais de 50 mil escolas de educação básica construídas a R$ 2 milhões cada, e mais de 3 mil hospitais de R$ 30 milhões.

PIB COMPROMETIDO - Para sintetizar ainda mais a problemática dos acidentes de trânsito, um estudo recente da Escola Nacional de Seguros aponta que os acidentes de trânsito comprometeram 6,42% do Produto Interno Bruto (PIB) do Piauí no ano de 2017. O PIB corresponde a soma de todas as riquezas produzidas pelo Estado ao longo do ano.

O comprometimento chega ao dobro do registrado em nível nacional, já que em todo o país os acidentes grave provocaram impacto econômico de R$ 199 bilhões, ou o correspondente a 3,04% do PIB.

O estudo, coordenado pelo Centro de Pesquisa e Economia do Seguro, considera o valor que seria gerado pelo trabalho das vítimas caso elas não tivessem se acidentado. No que tange ao comprometimento do PIB, apenas Tocantins, com 7,09% apresentou um índice maior do que o Piauí.




Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto