A polêmica sexual envolvendo Dayane Mello e Nego do Borel em "A Fazenda 13" tomou proporções maiores na tarde deste sábado (25). Após alertar que estava tomando as medidas cabíveis, a equipe da modelo informou que a polícia e a equipe jurídica da mesma estão na porta da sede do reality tentando "dar andamento aos trâmites" legais do caso". 

Imagem: Reprodução/PlayPlus Imagem: Reprodução/PlayPlus 

"A polícia e a equipe jurídica estão na porta da sede de “A Fazenda” neste exato momento, tentando contato imediato para que o jurídico e as autoridades possam a dar andamento nos trâmites legais do caso. Infelizmente a produção está dificultando o contato e averiguação dos fatos", informou a equipe de Dayane Mello no Twitter.

Sobre o caso

Fãs de "A Fazenda 13" começaram o sábado (25) apontando que Nego do Borel teria se aproveitado de Dayane Mello durante a última madrugada. Um vídeo dos dois peões na cama, no qual é possível identificar uma certa movimentação nos lençóis e sussurros, está sendo usado como argumento para acusar o funkeiro, que já responde por violência sexual contra Duda Reis e Swellen Sauer , de forçar alguma atividade íntima com a modelo.

No Twitter, alguns admiradores do reality rural relataram que no vídeo é possível ouvir as vozes de Nego do Borel e Dayana Mello. Um fã identificado como Felipe Bastos, inclusive, decupou a conversa da maneira que entendeu. "Não, para com isso! Eu não posso, tenho uma filha", teria dito a modelo. "Aí, para!", teria retrucado o cantor. A suposta última fala de Nego seria o motivo de alguns fãs lhe acusarem de violência sexual dentro de "A Fazenda 13", pois, segundo os mesmos, o que estava acontecendo nos lençóis não seria consensual.