SEÇÕES

Elon Musk diz que poderá implantar chip em cérebro humano daqui a 6 meses

Neuralink vem testando a interface cérebro-máquina em animais

FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A Neuralink, empresa de neurotecnologia do bilionário sul-africano Elon Musk, pretende começar implantar no cérebro de humanos, daqui a seis meses, chips de computador do tamanho de uma moeda. O anúncio foi feito pela empresa em evento em sua sede em Fremont, na Califórnia, na noite da última quarta (30/11).

A Neuralink vem trabalhando na tecnologia há anos. O implante consiste em um pequeno dispositivo unido a fios (eletrodos), que é colocado no cérebro com a ajuda de um robô, que retira cirurgicamente um pedaço do crânio da pessoa e implanta o chip. Segundo o site americano Bloomberg, as discussões da empresa com a Food and Drug Administration dos EUA, espécie de Vigilância Sanitária, evoluíram a tal ponto que a companhia de Elon Musk poderá realizar os primeiros testes em humanos nos próximos seis meses.

A Neuralink vem trabalhando na tecnologia há anos

No evento de quarta, o dono da Tesla, SpaceX e Twitter revelou que a Neuralink está trabalhando também com implantes em outras partes do corpo. Segundo Musk, além da interface cérebro-máquina, estão sendo desenvolvidos implantes que podem ser colocados na medula espinhal e potencialmente restaurar o movimento de alguém que sofre de paralisia, e outro nos olhos, para melhorar ou restaurar a visão.

Por mais milagroso que isso possa parecer, estamos confiantes de que é possível restaurar a funcionalidade do corpo inteiro de alguém que teve a medula espinhal afetada”, diz o sul-africano. Ele acrescenta que “mesmo aqueles que nunca tenham enxergado antes, estamos confiantes de que poderão ver”.

Musk quer implantar chip no cérebro humano

O objetivo da interface cérebro-máquina, inicialmente, é permitir que uma pessoa que sofre de alguma condição debilitante – como esclerose lateral amiotrófica ou efeitos colaterais de um derrame – se comunique por meio dos pensamentos. A empresa demonstrou essa possibilidade com um macaco que estaria “digitando telepaticamente” em uma tela à sua frente. O dispositivo da Neuralink traduz em dados computacionais os picos neuronais, explica o Bloomberg. A esperança de Elon Musk é que o dispositivo possa um dia se tornar popular e permitir a transferência de informações entre humanos e máquinas.

FONTE: trendsbr.com
Veja Também
Tópicos