SEÇÕES

AMOSTRAGEM: Piauienses apontam quais as prioridades para o próximo Governo

A pesquisa foi realizada com 2.000 entrevistas com pessoas com 16 anos ou mais residentes e com domicílio eleitoral nos 90 municípios pesquisados no Piauí.

FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem com 2000 eleitores com 16 anos ou mais em 90 municípios do Piauí entre os dias 13 a 17 de julho de 2022 aponta que as áreas que devem ser priorizadas pelo novo governador do Estado. Em destaque estão setores considerados essenciais, assim, diante de um cenário de pandemia, melhorias na saúde em geral foi a área mais mencionada, com 56,70%.

Na sequência vem mais um setor extremamente relevante: a educação, citada por 56,20%. Na terceira posição aparece a segurança pública, mencionada por 39,90% como a área a ser priorizada.

Saúde foi a área mais citada como prioridade para os entrevistados (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)Na sequência, 28,55% dos entrevistados apontaram geração de emprego e renda; já o controle da inflação foi mencionado por 10,75% dos entrevistados pelo Instituto.

No Amostragem, 10,25% apontaram a 'comida no prato' como prioridade; infraestrutura e mobilidade foi citada por 8,15% dos entrevistados. Já para 5,15% as estradas (construção/recuperação) devem estar na lista de prioridades da próxima gestão.

Na sequência aparecem: projetos sociais (3,95%), saneamento e esgoto (3,05%), abastecimento d'água (2,35%), equilíbrio das contas públicas (1,90%). Os que não souberam ou não opinaram somaram 7,30%; outras prioridades registraram 0,70%.

O questionamento permitia múltiplas respostas, desse modo, a soma ultrapassa 100%.

FICHA TÉCNICA - A pesquisa do Instituto Amostragem foi realizada com 2.000 entrevistas com pessoas com 16 anos ou mais residentes e com domicílio eleitoral nos 90 municípios pesquisados no Piauí. O levantamento foi realizado de 16 a 20 de junho. A amostra tem nível de confiança de 95% e permite margem de erro de até 2,19%. O registro é PI-01927/2022.

Gestão estadual é aprovada pela maior parcela dos entrevistados

O Instituto Amostragem ainda mensurou a avaliação da administração estadual. Neste recorte, 40,8% sinalizaram que aprovam a gestão da governadora Regina Sousa.

Por sua vez, 35% dos entrevistados nos 90 municípios piauienses indicaram que reprovam a administração estadual. Outros 24,2% não sabem ou não opinaram sobre o questionamento.

Gestão federal é reprovada por 71,65%

O Instituto Amostragem também mensurou a avaliação da administração federal entre os piauienses. Neste recorte, 71,65% sinalizaram que reprovam a gestão do presidente da República Jair Bolsonaro.

Por sua vez, 22,75% dos entrevistados nos 90 municípios piauienses indicaram que aprovam a administração federal. Outros 5,6% não sabem ou não opinaram sobre o questionamento.

Veja Também
Tópicos