Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Peixe ameaçado de extinção é capturado e morto por populares no MA

Peixe mero foi visto na orla da praia da Ponta d"Areia em São Luís, nesta sexta-feira (25). A espécie, que não é comum no litoral maranhense, está ameaçada de extinção e tem pesca proibida no Brasil.

Compartilhe

Um peixe da espécie mero (Epinephelus itajara) foi capturado e morto por populares no inicio da tarde de sexta-feira (25), na praia da Ponta d'Areia, em São Luís. De acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), a espécie é ameaça de extinção. 

A captura do peixe chamou a atenção de dezenas de pessoas que estavam na praia, já que a espécie não é comum na região. O mero vive em águas tropicais e subtropicais do Oceano Atlântico.

Peixe mero é capturado

O posto salva-vidas da Guarda Municipal, localizado na praia, informou que o peixe foi visto na região por volta 12h por uma banhista. Em seguida, populares teriam entrado na água, capturado o animal, que em seguida, foi morto. Ninguém foi autuado.

O mero vive até 40 anos, pode ultrapassar os dois metros de comprimento e pesar até 455 quilos. A pesca, posse, transporte e comercialização do mero estão proibidos no Brasil.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema), informou que tomou conhecimento do caso via imprensa, e a partir disso, deve apurar o caso.

A Sema alertou que o peixe mero está presente na lista da fauna brasileira ameaçada de extinção e a pesca, desembarque, armazenamento, transporte e comercialização da espécie é considerada crime ambiental. Em caso de infração, os responsáveis pela crime podem ser detidos ou multados. A multa pode variar de R$ 700 a R$ 100 mil.

A secretaria explicou que em caso de denúncias de crime ambiental, a população pode entrar em contato por meio da Ouvidoria Eletrônica da Sema (3194-8911) ou pelo Sistema de Ouvidorias Eletrônica do Poder Executivo Estadual E-Ouv (www.ouvidorias.ma.gov.br), apresentando o máximo de detalhes sobre o ocorrido.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar