Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Sucuri de 5 metros é flagrada por turistas após engolir capivara no MS

De acordo com a polícia ambiental, flagrante foi às margens do Rio Paraná. Animal usava alguns galhos para descansar durante o processo de digestão, em Aparecida do Taboado.

Compartilhe

Uma sucuri de 5 metros de comprimento foi flagrada por um grupo de turistas após engolir uma capivara às margens do Rio Paraná, em Aparecida do Taboado, a 456 km de Campo Grande. De acordo com a Polícia Militar Ambiental (PMA), o registro foi feito na última quinta-feira (30), próximo de uma área que é frequentada por pescadores. As informações são do G1.

Conforme o subtenente Braguini da Polícia Militar Ambiental na região, a sucuri estava próxima da ponte rodoferroviária e usava alguns galhos para descansar durante o processo de digestão: "Como ela usa a musculatura e a contração para se locomover, ela está com dificuldades por conta do tamanho da presa que engoliu", explicou.

Pelas imagens gravada por turistas, o animal tenta submergir, mas por conta do tamanho da capivara que engoliu, fica na superfície do rio. Em outro trecho da gravação, a sucuri se acomoda em alguns galhos de árvores para descansar depois de algumas tentativas de ir para o fundo do rio.

Conforme o subtenente, a sucuri provavelmente teria pego a presa momentos antes de ser flagrada: "Como ela fez um esforço muito grande para matar a capivara, ela procurou um apoio [galhos] para não ficar boiando, pois não tinha nem começado o processo de digestão", explicou.

Braguini ainda informou que, nesses casos, não é proibido fotografar ou filmar, mas orientou manter distância do animal: “pode filmar, fazer fotos, mas deixa o animal em paz. Não jogue pedras, não fique importunando. Ele precisa dessa tranquilidade para digerir o alimento”, afirma.

Segundo o subtenente, em casos de maus tratos, o responsável pode ser autuado, com multa inicial de mil reais que pode ser alterada de acordo com o dano causado ao animal, além de pena de detenção.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar