Falta de energia prejudica agendamento de consultas em Teresina

O prédio da Fundação Municipal de Saúde ficou cerca de 30 horas sem o fornecimento de energia elétrica.

Na manhã de quarta –feira (19) a maternidade municipal Wall Ferraz (Cianca), localizada no bairro Dirceu, na zona Sudeste de Teresina, passou por vários problemas após forte chuva na capital, como falta de energia que prejudicou o funcionamento da unidade, inclusive seis bebês que estavam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) foram transferidos. 

O prédio da Fundação Municipal de Saúde ficou cerca de 30 horas sem o fornecimento de energia elétrica e por conta disso o agendamento de consultas acabou sendo impossibilitado. O restabelecimento aconteceu por volta das 10h da manhã. Com relação ao problema da internet, a Fundação informou que não há previsão para que todo o serviço seja normalizado. 

Jesus Mousinho, gerente hospitalar da Fundação Municipal de Saúde (Crédito: Rede Meio Norte)
Jesus Mousinho, gerente hospitalar da Fundação Municipal de Saúde (Crédito: Rede Meio Norte)

No Hospital São Carlos Borromeu também ocorreram diversos problemas. Ainda de acordo com a nota, o corte de energia no hospital ocorreu por falta de pagamentos. 

A Eletrobras Distribuição Piauí, por meio de nota, informou que houve problema em um conector que foi queimado e a substituição já foi concluída ainda ontem. Segundo a nota, não é verdadeira a informação de que ocorre falta de energia com frequência na maternidade. 

Jesus Mousinho, gerente hospitalar da Fundação Municipal de Saúde, falou sobre a falta de energia e transferência dos bebês "Com a oscilação da energia que existe em Teresina, quando o tempo fica diferente, a gente sofre com a falta de energia e tivemos problemas inclusive no gerador e alguns equipamentos.     O compressor que distribui os gases para UTI, ele foi prejudicado, e nesses leitos ficam as crianças e nós já tomamos providencias e realizamos a transferência", informou.

Confira a nota na íntegra!

Nota de esclarecimento – Maternidade Dirceu
A Eletrobras Distribuição Piauí esclarece que a falta de energia elétrica, na manhã dessa quarta-feira (19), na maternidade Professor Wall Ferraz, no conjunto Dirceu Arcoverde II, zona sudeste de Teresina, foi ocasionado pela queima de conector no alimentador que distribui energia para o local.
 
Equipe de linha viva da Eletrobras estiveram no local  e solucionaram o problema. O o fornecimento de energia foi restabelecido às 11h33 do mesmo dia (19).
 
A Distribuidora ressalta que não procede a informação de que constantes faltas de energia tenham sido o motivo para danificar o gerador da maternidade, já que consta no sistema da Empresa que, antes da atual ocorrência, a última solicitação de serviço para o local é de maio de 2016. Além disso, por lei, todo estabelecimento de saúde deve manter um gerador de energia para atuar em casos emergenciais.
 
Caso Hospital São Carlos Borromeu
 
A Eletrobras realizou o corte por falta de pagamentos. Após a quitação do débito a Empresa religou a instituição na mesma tarde.   ( A Distribuidora só efetua o corte de Hospitais e Clínicas particulares após notificar os responsáveis com antecedência sobre a existência de débitos ).
 
 Fundação Municipal de Saúde, essa ultima por mais de 30 horas.
 
Equipes da Eletrobras estiveram no local e constataram que o problema é  em um disjuntor interno. Os técnicos  orientaram os responsáveis a realizar os procedimentos corretos, já que não é de responsabilidade da  da Eletrobras Piauí
 



logomarca do portal meionorte..com